Praia ou neve? Os dois!

por | Atualizado em 22/02/23 | Cinque Terre, Côte D´Azur, Dijon, Lyon, Paris, Roma, Toscana, Val D'isère, Val Thorens

Val D’isère – França (foto cedida por Point da Neve)
 
Ivany enviou:

Oi, Rogério, gostei muito do seu blog!
Gostaria de pedir uma ajudinha… Eu e minha família, dois filhos de 13 e 21 anos e marido, estamos querendo visitar a Europa em outubro de 2012. Estamos pensando em viajar por 20 dias.
Ainda não definimos o roteiro, mas pensamos em conhecer algumas cidades da França e da Itália. Pensei em 2 a 4 dias em cada uma delas.
Você sugeriria algumas?
Meu filho quer saber se teria alguma com estação de esqui nessa época e eu já preferiria com praia… Ou seja, teria que ser uma viagem para todos os gostos, hahaha!
O que valeria mais a pena, carro ou trem?
Grata, abraços!

————————————————————

Oi Ivany!
Uma opção interessante de roteiro seria Paris – Dijon – Lyon – Val Thorens ou Val D’isère (sugestão do espccialista Beto Valle) – Côte D’Azur – Cinque Terre – Norte da Itália ou Toscana – Roma. Desta forma, agradaria tanto a teu filho, que teria a opção de esquiar numa das melhores pistas de esqui da França, Val Thorens ou em Val D’isère, e também a você, que poderia curtir praias na Costa Azul francesa, montando base em Nice, ou então em Cinque Terre, na Itália. Curtir mais o visual mesmo e uma boa caminhada na praia, porquê o frio já estará dando as caras em outubro, se o clima estiver dentro da normalidade.
Acredito que nesta rota, privilegiando cidades do interior e menores, além de vocês estarem em 4 pessoas, valerá mais a pena investir no aluguel de um carro. O importante é, após montado o roteiro, comparar quanto custará fazer cada trecho de trem, no site da Rail Europe com o custo total do aluguel de carro para o período, comparando preços e opções nas locadoras Europcar, Avis e Hertz. Vale investir num equipamento GPS, que será bem útil para traçar as melhores rotas e vocês se perderão o mínimo possível ou praticamente nada.
Com relação à escolha da pista de esqui, vale ficar atenta ao comentário do Beto Valle, da empresa Point da Neve:
Ivany, Val Thorens é o destino-single mais famoso de neve da Europa. O Village Med de lá não aceita menores de 18 anos; talvez Val D’isère seja mais apropriado para sua família, ok?“.

Ivany, espero ter ajudado. Caso tenha mais dúvidas, basta comentar novamente, ok?!

Abração!

5 Comentários

  1. Raul Teixeira

    Olá Rogério, tudo certo?
    Conheci seu blog a pouco tempo quando fazia umas pesquisa sobre a França, sempre acessava o conexãoparis que acho muito bom também.
    Estive em Paris em 2010 para acompanhar o Le Tour de France, e estamos organizando um grupo de apaixonados por ciclismo e ciclista para fazermos o l’Étape du Tour em Albertville região dos alpes franceses.
    Gostaríamos de alugar uns motorhomes tanto para curtir o interior da França quanto economizar com hospedagem. Gostaria de saber se vc acha que conseguiríamos viajar facilmente pelas estradas francesas? E o que vc indicaria para essa região de Albertvill e a de Bourdeaux pois pretendemos assistir umas etapas do tour nos pirineus.
    Parabéns mais uma vez pelo blog.
    Abs
    Raul Teixeira

    Responder
  2. Fernanda

    Olá Rogério, tudo bem?

    Acabei de conhecer seu blog e já estou viciada, dicas valiosas.
    Quero fazer uma viagem para Europa em agosto, mas já li aqui que é um calor insuportavel, certo?
    Recomendaria então Setembro?
    Quero ficar 20 dias e passar pelas principais cidades, mas não sei exatamente quais. Quais você sugere?
    Ah, irei com meu namorado, não queremos gastar muito. Quanto acha que iremos gastar?

    Obrigada

    Responder
  3. Lucas

    Rogério,

    Bom dia.
    Muito massa seu blog. Ajuda muita gente como eu, que nunca fez viagem internacional e quer saber mais sobre roteiros e o que fazer.
    No meu caso, em novembro deste ano vou eu e minha namorada para a Inglaterra, em Bournemouth, fazer um curso de 4 semanas lá. Depois do curso, penso em ficar mais 1 semana para passear.
    Já estou meio decidido que irei para Paris (ficar uns 4 dias) e Berlim (uns 3). O que você acha? Estou pensando que é melhor conhecer as duas cidades bem, do que várias cidades mal, ficando apenas um dia em cada…
    Se formos para Paris e Berlim mesmo, vai dar para conhecer muita coisa? E, mesmo parecendo idiota, mas se pudesse me falar o que tem para fazer nessas duas cidades eu ia adorar! Porque, apesar de saber que as cidades são cheias de atrações, não sei quais são exatamente.
    O problema é que eu e minha namorada estamos meio quebrados, então teremos que fazer umas coisas superbaratas, e temo que Paris deve ser supercaro, não é?
    E o clima, lá vai tá muito frio? Em novembro não neva não, né?
    E, por fim, gostaria que você nos desse uma dica de como ir do aeroporto de londres até bournemouth, depois o inverso, depois de londres para paris, e paris para berlim. É melhor ir de trem ou avião? Penso que trem deve ser mais barato, mas será que é mesmo? E, pela longa viagem, compensa ir de trem?

    Muito obrigado, Rogério!!!
    Valeu!!!!

    Responder
  4. Marina

    Olá, Rogério! Tudo bem? =D

    Em primeiro lugar, quero parabenizá-lo por este blog salva-vidas. Acompanho-o há algum tempo e, além de ter tido várias dúvidas solucionadas, fico feliz em notar a tua boa vontade em resolver todas essas equações complicadas que chegam ao site. Portanto, parabéns e, acima de tudo, muito obrigada!

    Contudo, e é claro, ainda me restam algumas (várias) dúvidas. Me programei para um roteiro de 20 dias na Europa, mas gostaria da tua opinião e da tua ajudinha básica na hora de indicar os meios mais adequados pra se locomover de um país/cidade pra outra. Pode ser?

    Penso em fazer o seguinte:

    Londres – 3 dias.
    Paris – 3 dias.
    Orleães – 3 dias.
    Bruxelas – 3 dias.
    Brugges – 2 dias.
    Veneza – 2 dias.
    Roma – 4 dias.

    Meus tios moram em Orleães, então, além de visitá-los, economizaria 3 dias de hospedagem. Com 2.000 euros daria para realizar este roteiro? De Londres para Paris, eu aproveitaria o Eurostar, mas de Orleães para Bruxelas qual é a melhor forma de condução? Tem condução de Bruxelas direto para Brugges? Da Bélgica para Itália é contramão? É fácil ir de Veneza até Roma?

    Te deixo à vontade para opinar e mexer neste roteiro o quanto quiser. A verdade é que gostaria de conhecer muitos outros países e cidades, mas o dinheiro ta curto. Portanto, se achares legal tirar um país pra acrescentar outro… Ou melhor, quero muito conhecer Londres e Paris e necessariamente dar uma passadinha em Orleães. Também acho válido conhecer Roma, mas se achares que fica contramão demais ir à Bélgica e vir até Roma por Veneza… Pode me indicar outras cidades/países que sejam de mais fácil acesso? Já evitei Budapeste, Amsterdam e (é claro) a Grécia inteira justamente pra ficar em países mais próximos uns dos outros, embora seja louca para conhecê-las.

    Enfim, é isso. Se puder me dar essa força, serei eternamente grata desde já!

    PS.: Uma dúvida que sempre tive… Lá na Europa é como aqui no Brasil? Existem ônibus de uma cidade/estado a outro? Posso pegar um bus tranquilamente de Paris à Orleães, ou peço pros meus tios irem me buscar?

    Responder
    • Rogerio

      Olá Marina, tudo bem?!

      O roteiro está bem organizado e com tempo em cada cidade razoáveis. Eu tiraria um dia de Bruxelas e acrescentaria a Paris, para ficar perfeito.

      O deslocamento entre Orleães e Bruxelas faça de trem. São apenas 3 horas de viagem e você pode comprar a passagem pelo site Rail Europe. O mesmo vale para o trecho Bruxelas-Brugges, barbadinha, com trens o dia todo tanto para ir como para voltar. Já o trecho Bruxelas-Veneza te aconselho a ir voando low cost, cotando e reservando pelo site Skyscanner. Mas fica ligada se a única opção for pela Ryanair, pois ela impôe uma quantidade enorme de regras, além de cobrar altos valores por excesso de bagagem. Sugiro que cote este tracho quando for comprar a passagem intercontinental, pode ser bem mais em conta. Também vale cotar a viagem chegando em uma cidade da Europa e voltando por outra, ok?! E, para finalizar, o trecho Veneza-Roma faça de trem, barbada!

      Sobre o teu “Ps”, o que melhor funciona na Europa é o trem. Se a rota não for muito utilizada, é bem tranquilo chegar na estação e comprar o ticket de uma cidade para outra. Mas sempre é bom comprar um ou dois dias antes, para garantir. No teu caso, sugiro que compre o ticket Paris-Orleães quando chegar em Paris e só peça para teus tios te buscarem na estação da cidade, bem tranquilo.

      Caso ache meio caro ir até a Itália, a dica seria incluir Amsterdã no roteiro, 3/4 dias, partindo de Brugges ou Bruxelas. Também vale acrescentar um dia a mais para Londres e Paris, além de poder fazer passeios bate-e-volta para cidades próximas a Paris, como Reims, Nancy, Giverny.

      Espero ter ajudado Marina. Qualquer coisa grita! 🙂

      Abração!

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conhecendo os arredores de Paris: 5 lugares incríveis para bate-voltas

Conhecendo os arredores de Paris: 5 lugares incríveis para bate-voltas

á pensou em visitar Paris e, além disso, conhecer outros lugares incríveis que ficam bem pertinho da capital francesa fazendo bate-voltas? Neste artigo, falaremos sobre destinos como o Palácio de Versailles, Castelo de Chantily, Vale do Loire, Disneyland Paris e os Jardins de Monet em Giverny e como chegar até lá.

Recomendados por Rogério Milani para uma viagem perfeita

Guias, transfers, hospedagens e outros serviços para sua viagem.
Conheça nossos parceiros!
Alugue seu carro com a Rentcars
Reserve seu hotel no exterior com a segurança do Código de Defesa do Consumidor do Brasil
Compre seu ticket de trem em português e com poucos cliques
Evite filas nas atrações turísticas e programe seus bate-voltas comprando ingressos e passeios antecipados com a Tiqets/Ticketbar
Compare e compre seu voo com Skyscanner
Viaje com tranquilidade emitindo seu seguro viagem com a Real Seguros
Cartões de débito para viagem com o melhor câmbio e as menores taxas do mercado! Eu recomendo a Wise
Já pensou ter custo zero com sua hospedagem nas próximas viagens? Então conheça a Home Exchange!
Artigos e equipamentos recomendados para sua próxima viagem!