Inverno na Europa: como é, por quê viajar nessa época e como se preparar

por | Atualizado em 31/03/23 | Dicas de Viagem, Europa

O inverno na Europa, além de ser uma época linda, também é ótima para quem busca viagens mais econômicas! Por isso, preparamos um post com tudo o que você precisa saber para conhecer o Velho Continente na estação mais fria do ano!

Viajar no inverno_Watlington_Viajando Bem pela Europa

Como é o inverno na Europa?

O inverno na Europa acontece na mesma época em que o verão no Brasil. Assim, de 21 de dezembro à 20 de março é possível sentir temperaturas extremas no norte do continente. Apesar disso, em alguns países mais ao Norte, o frio costuma chegar já em meados de outubro.

Em geral, nessa época do ano os dias costumam ser curtos, extremamente frios e úmidos. Em muitos lugares a neve é comum e um dos grandes atrativos da região. Na Finlândia, um dos lugares mais gelados, as temperaturas podem chegar a -40ºC, enquanto em países mais quentes, como Portugal e Espanha, ficam por volta de 6ºC.

E se você não conhece a neve, a Europa é muito bem preparada no que diz respeito à passeios, roteiros, esportes radicais e suporte para viajantes durante o inverno. A maioria dos prédios tem calefação interna, e você pode tirar as roupas mais quentes e ficar mais confortável durante sua estadia nestes locais. Fora que conhecer a neve, por si só, já é algo bacana o suficiente!

Além disso, também nesta época existem os chamados Mercados de Natal, que costumam acontecer nas maiores praças e avenidas das cidades, cheios de barraquinhas com comida típica e bebidas para se aquecer do frio! A Alemanha é um dos países em que mais acontecem os Mercados de Natal.

Os eventos que acontecem exclusivamente no inverno também costumam chamar a atenção de turistas do mundo todo. Festivais como o da cerveja de Bruges (Bélgica), em fevereiro, e o Carnaval, em Munique (Alemanha) e em Maastricht (na Holanda), também são outras opções para os que desejam aproveitar a estação de uma forma diferente.

Viajar no inverno_Jenna_Viajando Bem

Quais os pontos positivos de viajar no inverno para a Europa?

Para começar, viajar durante o inverno europeu costuma ser bem mais barato que nos períodos mais quentes. Afinal, esta é a época em que as companhias aéreas, hotéis, hostels e B&B trabalham com preços promocionais para incentivar o turismo. Para comprovar, é só comparar com preços praticados durante o verão e a primavera, duas estações reconhecidamente mais caras.

Essa queda de preços, claro, não acontece nos períodos de Natal e o Réveillon e na semana entre estas duas datas – ao menos nas grandes cidades. Até porque, como sabemos, viajar para a Europa durante as datas festivas de final de ano ainda é o sonho de muitos!

Há também outro grande atrativo em viajar no inverno para a Europa: os esportes de inverno como o snowboarding e o esqui – mesmo que os interessados sejam iniciantes e não praticantes. Locais como Les Gets e Courchevel, na França, St. Anton, na Áustria, e Borovets, na Bulgária, oferecem uma excelente estrutura e, por este motivo, são bastante procuradas por aficionados por esportes de inverno – inclusive os novatos. 🙂

Outro motivo bacana é a decoração das cidades! Principalmente se você pensa em viajar para a Europa em dezembro, antes das festividades de Natal e Ano Novo. Luzes, cores e muitos enfeites estarão espalhados por ruas, praças, pontes e, é claro, nas casas. Um verdadeiro deleite para os olhos.

Não preciso nem dizer que os apaixonados por fotografia vão se esbaldar! Algumas paisagens europeias com neve ficam tão lindas que é até difícil descrever em palavras. Parece coisa de cartão postal, mesmo!

Viajar no inverno_Boras_Viajando Bem pela Europa

Quais os pontos negativos de viajar no inverno para a Europa?

Bem, claro que existem pontos negativos em viajar no inverno para a Europa – o primeiro, obviamente, pode ser o clima. Conhecer a Torre Eiffel num dia de chuva não é das coisas mais sonhadas, e roteiros que contemplam bastante caminhadas (como eu costumo indicar para conhecer bem as cidades) requerem um pouco mais de esforço e paciência dos viajantes.

Todavia, não é nada de outro mundo. Preparar sua mala com cuidado e colocando itens essenciais para quem viaja para locais frios é a chave para não se ter surpresas neste quesito.

Além disso, os dias costumam ser mais curtos e, portanto, haverá menos luz natural para você curtir seus passeios. Por isso, programe os passeios com cuidado e curta jantares mais demorados e românticos regados a um bom vinho. 🙂

Por ser baixa temporada, algumas atrações podem fechar para manutenção. Se viajar nesta época, risque da lista atividades como piqueniques nos parques e pontos turísticos ou passar tardes em mesinhas de restaurantes de cafés ao ar livre. Além disso, há o risco de alguma nevasca fechar estradas ou atrasar voos – esteja preparado para este possível imprevisto.

Se você vai viajar perto das festas de final de ano, fique de olho nos horários das atrações que pretende visitar. Como tudo no mundo, elas costumam ter horários diferenciados nesta época do ano, justamente para que quem trabalha lá possa aproveitar o período de festas junto com sua família.

Informe-se e programe-se.

Viajar no inverno_Veruska_Viajando Bem pela Europa

Viajar no inverno: como se preparar?

O normal para quem viaja nesta época é pegar dias frios e noites geladas – mas claro que olhar o aplicativo de clima do seu celular ajuda bastante a evitar surpresas!

Leve na maioria roupas para o frio e uma ou duas peças para temperaturas mais altas. Se possível, leve ou compre roupas térmicas, como camisetas de manga longa e combine com casacos forrados. Um trench coat ajuda bastante pois protege da chuva.

Escolha bem seu casaco mais quente, afinal, ele será seu grande companheiro nesta viagem. E não se esqueça de prestar atenção ao peso dele, pois, como dito antes, os ambientes fechados possuem calefação e pode ser que você tenha que ficar segurando-o.

Na rua é bem frio, mas os ambientes são extremamente quentes, então é sempre bom usar roupas práticas de colocar e tirar. A melhor dica aqui é levar lenços, mantas, gorros, chapéus e bonés, para fazer composições diferentes todos os dias com as mesmas roupas . 😉

Outra boa dica é investir em cores básicas: cinza, preto, marrom… Elas não enjoam e, como a tendência é que você as repita, fica muito mais fácil de combiná-las entre si.

Não esqueça de levar meias térmicas, camisas e calças conhecidas como “segunda pele”. Sapatos confortáveis e com solado estriado (que não é liso) também são importantes para quem pretende andar bastante. Melhor ainda se forem daqueles forrados com material que retém calor! Caso vá para algum lugar muito frio, informe-se sobre botas para neve.

O frio nessa época não costuma dar trégua em determinadas localidades, porém, tomando alguns cuidados é possível passar por ele sem problema algum!

Atenção com a bagagem!

Além do que levar, é importantíssimo que você se mantenha atento ao tamanho e peso da mala ou malas. Nesse artigo eu te conto tudo que você precisa saber sobre as franquias de bagagem, minhas recomendações e até o modelo de mala que eu uso para viajar há mais de 10 anos.

Ficou alguma dúvida?

E você, já se sente preparado para enfrentar e aproveitar da melhor maneira o inverno europeu? Se tiver alguma pergunta ou dica para nossos leitores, deixe nos comentários!

Dessa forma, você pode ajudar outros viajantes em suas viagens e nós a complementar o conteúdo do blog. 🙂

3 Comentários

  1. Paula

    Ola ! Estarei indo com a família para Europa dia 15/01. Ja fiz Italia, Andaluzia e Paris e estaremos entrando no Club Med de 27/01 a 03/02para ski próximo a genebra.
    O que vc me sugere fazer em 10 dias antes .

    Responder
  2. Gisele Huppert Ayres

    Olá, gostaria de indicações de roteiros interessantes e acessíveis para o inverno europeu!Já conheço o básico da Europa e desta vez pretendo inovar!Aguardo deliciosas dicas e desde já agradeço pela atenção!Abraço!Gisele

    Responder
  3. Luis Gustavo

    Boa Tarde tudo bem?
    Viajarei no inicio de dezembro a paris com minha esposa. Porem estamos perdidos em montar nosso roteiro. Fomos ano passado a madrid e barcelona, onde andamos bastante, e em junho fomos a grecia onde ficamos mais tranquilos, sem aquela andança grande como foi na espanha. Gostamos mais dessa ultima viagem, na qual ficamos mais tranquilos, sem andarmos muito, desta forma estamos completamente perdidos, no que diz respeito a onde ir, em vista que chegaremos e voltaremos por paris. Acha que compensa irmos a outro pais? ou ficamos so na Franca? Muito Obrigado pela atenção

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conhecendo os arredores de Paris: 5 lugares incríveis para bate-voltas

Conhecendo os arredores de Paris: 5 lugares incríveis para bate-voltas

á pensou em visitar Paris e, além disso, conhecer outros lugares incríveis que ficam bem pertinho da capital francesa fazendo bate-voltas? Neste artigo, falaremos sobre destinos como o Palácio de Versailles, Castelo de Chantily, Vale do Loire, Disneyland Paris e os Jardins de Monet em Giverny e como chegar até lá.

Recomendados por Rogério Milani para uma viagem perfeita

Guias, transfers, hospedagens e outros serviços para sua viagem.
Conheça nossos parceiros!
Alugue seu carro com a Rentcars
Reserve seu hotel no exterior com a segurança do Código de Defesa do Consumidor do Brasil
Compre seu ticket de trem em português e com poucos cliques
Evite filas nas atrações turísticas e programe seus bate-voltas comprando ingressos e passeios antecipados com a Tiqets/Ticketbar
Compare e compre seu voo com Skyscanner
Viaje com tranquilidade emitindo seu seguro viagem com a Real Seguros
Cartões de débito para viagem com o melhor câmbio e as menores taxas do mercado! Eu recomendo a Wise
Já pensou ter custo zero com sua hospedagem nas próximas viagens? Então conheça a Home Exchange!
Artigos e equipamentos recomendados para sua próxima viagem!