Degustação e visita na Vinícola Château La Coste, reduto artístico da Provença

por | Atualizado em 8/03/23 | Cultura, Dicas de Viagem, Provença, Tour Personalizado

Leia como foi nossa degustação e visita na Vinícola Château La Coste, reduto artístico da Provença que mistura modernidade na produção de vinhos e vanguarda artística!

visita na Vinícola La Coste

Degustação e visita na Vinícola Château La Coste, reduto artístico da Provença

Nosso destino de hoje na Provença é a Château La Coste, um reduto que mistura arte, hotel, vinícola e restaurante que fica pertinho de Aix-en-Provence! Conhecer este lugar espetacular que lembra muito Inhotim (em Minas Gerais) era um desejo antigo nosso, mas já vou adiantar: valeu ainda mais a pena do que imaginávamos! Mas não é pra passar por ali na correria: minha dica é que você reserve o dia, ou pelo menos uma tarde pra curtir sem pressa a propriedade de 200 hectares em que, além dos vinhedos, você encontrará restaurantes, hotel de luxo, um centro de arte e diversos pavilhões projetados por alguns dos arquitetos mais conhecidos do mundo – cada um com um prêmio Pritzker para chamar de seu.

A Château La Coste é uma produtora de vinhos provençal com três grandes características únicas que a diferem das demais: suas técnicas de produção de vinho, os tipos de vinho que produz e também a sua extraordinária trilha de arte espalhada por toda a propriedade. É sabido que a imensa área da La Coste produz vinhos há muitos anos (numa recente descoberta, acharam-se fragmentos de ânforas romanas e taças de vinho antigas na propriedade), mas também é fato que a Château La Coste produziu o mesmo vinho por um longo tempo.

Tudo mudou quando o irlandês Paddy McKillen adquiriu a propriedade em 2002 – não é exagero algum dizer que as coisas mudaram muito drasticamente após a compra, inclusive. Para começar, Jean Nouvel, um dos mais conhecidos arquitetos da França, foi encarregado de projetar uma nova adega, um prédio para abrigar o equipamento de vinificação e também a adega da vinícola. Ele projetou duas estruturas esbeltas e reluzentes em forma de barril em alumínio e aço inoxidável, projetadas para refletir o sol escaldante da Provença nos meses mais quentes e manter seu interior fresco.

visita na Vinícola La Coste

O processo de vinificação da La Coste mistura tradição e ultra-modernidade, como quase tudo na propriedade (confesso que a “pegada” de lá é mais moderna, com tanta arquitetura de ponta e arte de vanguarda, mas achamos bacana eles preservarem tradição em alguns processos de produção do vinho). A partir da compra da vinícola em 2002, todo o equipamento dos proprietários anteriores foi substituído por um conjunto de novas máquinas de última geração, mas a La Coste também tem seu lado de volta ao básico: todos os vinhos que saem dali são produzidos de acordo com uma abordagem biodinâmica e holística, que pressupõe práticas como observar o ciclo lunar ao cultivar as videiras – pra ficar em um só exemplo. Além disso, as uvas são escolhidas a dedo para os seus vinhos – e tanta dedicação já está rendendo alguns prêmios e o reconhecimento de um mercado tão competitivo para vinícolas como a França.

Outra curiosidade é que ali produz-se, anualmente, uma pequena quantidade de vinho kosher, apenas para o atacado. Quem quiser, pode procurar pelo rótulo na moderna lojinha da vinícola (naturalmente, sempre a última parte da visita, depois da degustação).

visita na Vinícola La Coste

Mas vamos ao passeio por dentro da vinícola: ele começa na área de preparação, onde as uvas são classificadas. A partir daqui, os pequenos grupos fazem uma visita a uma vasta adega subterrânea de vinho. De volta ao nível do solo, a fábrica de engarrafamento é super moderna, com muitas máquinas brilhantes, zumbindo e gorgolejantes – a Vanja e a Letícia, que são arquitetas, aproveitaram para tirar muitas fotos do moderno processo de fabricação, encantadas!

Explicaram pra gente que o enólogo da La Coste, Matthieu Cosse, foi trazido para a propriedade para desenvolver vinhos complexos e ambiciosos que envelhecem bem – ao invés de ficar apenas na produção do vinho rosé mais popular da região. É sabido que os vinhos rosé dominam predominantemente a produção de vinho na Provença, mas eles hoje representam apenas metade da produção total do Château La Coste. O foco aqui é inovação – e um grande respeito à tradição, o que torna toda a visita ainda mais encantadora!

Ao final da visita, rola uma degustação de vinhos – nossa parte favorita – e já adianto que, se você está procurando por um vinhedo que faça vinhos típicos da Provença, o Château La Coste não é esse lugar! Se você fizer a visita, poderá julgar os resultados do trabalho desenvolvido ali por si mesmo no final do dia, quando meia dúzia de vinhos de todas as cores serão oferecidos para você experimentar. Achamos os vinhos fabulosos – todos estão disponíveis na lojinha da vinícola para quem quiser levar pra casa!

A visita durou cerca de uma hora e meia (incluindo a degustação) e você pode visitar a vinícola em qualquer estação do ano. Todos os dias, os tours em francês iniciam as 11h e as 15h e os em inglês, às 13h. A tarifa é 12€ – mas é preciso agendar sua visita diretamente no site da atração ou por telefone. Para visitar também as obras de arte externas, o ticket combinando visita à vinícola, degustação e passeio pelas obras custa 20€ – e já adianto que vale muito a pena!

Vá lá: Chatêau La Coste. Endereço: 2750 Route De La Cride, 13610 Le Puy-Sainte-Réparade, França. Horário de funcionamento: todos os dias, das 10h às 17h. Telefone:  +33 4 42 61 92 92 Site

visita na Vinícola La Coste

Confira algumas fotos que tiramos por lá:

Arte

Como já disse ali no começo do texto, a Chatêau La Coste fica numa enorme área de 250 hectares cercada por natureza, belíssims carvalhos, amendoeiras e pinheiros e também olivais, árvores frutíferas e até mesmo uma horta! Todo o paisagismo do local inclui belas pontes, paredes, degraus e um complexo sistema de irrigação. Além de toda essa área verde, o que o torna extraordinário este passeio pela área em volta da vinícola é a impressionante coleção de arte moderna e arquitetura.

A coleção ali exposta inclui peças importantes de Tadao Ando, ​​Jean Nouvel, Frank Gehry, Norman Foster e Renzo Piano, todos vencedores do Prêmio Pritzker, um dos maiores prêmios da arquitetura mundial. Uma grande tapeçaria de Le Corbusier está pendurada casualmente no canto do café. Mas há muito – mas muito mesmo! – mais arte pra se ver por lá.

visita na Vinícola La Coste

Cores que se movem na obra do artista britânico Liam Gillick

Entre as obras de arte pulverizadas pelo terreno há trabalhos de gente grande como Paul Matisse (neto do mestre Henry Matisse), cujo sino de meditação soa por dez minutos com apenas uma badalada. Outro destaque é o brasileiro Tunga, com seu conjunto de esculturas Psicopompos, uma combinação doida de materiais inusitados como concreto, cristais, imãs, entre outros.

O polêmico artista chinês Ai Weiwei também tem uma nova instalação no Château La Coste – perto do ponto mais alto das vinhas, é uma trilha em zigue-zague usando paralelepípedos recuperados do Porto Velho de Marselha quando este foi renovado em 2013. Misturando-se harmoniosamente na paisagem, a trilha liga a antiga estrada romana que atravessa a propriedade e uma mais moderna acima dela.

visita na Vinícola La Coste

A incrível aranha da artista francesa Louise Bourgeois “nadando” no espelho dágua

Em alguns casos, os trabalhos expostos na Château de La Coste são as únicas peças destes artistas na França – e a maioria deles foi criada especialmente para este local. A coleção é o uma notável coletânea do que há de mais arrojado em arte e arquitetura contemporânea atualmente – mas ainda há espaço para novos talentos. A visita pode ser guiada ou autoguiada (como a gente fez, e está tudo tão bem sinalizado que essa é uma boa alternativa se você não estiver com pressa) – a taxa de entrada é a mesma para as duas modalidades de passeio, a vantagem da segunda é que você leva o tempo que for necessário para visitar, fotografar e interagir com as obras, como a gente fez. Reserve umas 2h para o passeio pelas artes, no mínimo, e coordene de forma a fazer isto antes da visita à vinícola e degustação, claro!

visita na Vinícola La Coste

O “Modelo Matemático” de Hiroshi Sugimoto diante do pavilhão projetado por Tadao Ando

Algumas obras estão mais “escondidas” e se misturam com a paisagem, a ponto de não serem tão óbvias assim de serem encontradas, mesmo com a ajuda do pequeno mapa fornecido na bilheteria. Poucas obras tem placas, no entanto, elas são nomeadas neste mapa com mini-ícones úteis para ajudar você a identificá-las. O circuito completo, conforme marcado no mapa, é de cerca de 3,5 km.

Várias peças são interativas e alguns visitantes, especialmente aqueles com crianças, podem querer ficar mais tempo ali e brincar com eles. Só um inconveniente para quem visita com os pequenos: não há qualquer sinal de banheiro na trilha.

“A insustentável leveza de Psicopompos”, obra do brasileiro Tunga

Para quem pensa em visitar o circuito de arte, uma boa nova: ele ainda está se expandindo. E, se você for meio preguiçoso pra caminhada, há carrinhos elétricos com três lugares para serem locados na recepção da vinícola!

Confira algumas fotos que tiramos por lá:

___

Recomendados por Rogério Milani para uma viagem perfeita
Guias, transfers, hospedagens e outros serviços para uma viagem tranquila e segura
Alugue seu carro com Rental Cars ou Rentcars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas nas atrações turísticas e programe seus bate-volta comprando ingressos e passeios antecipados com Ticketbar
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Seguros PromoReal Seguros ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

___

2 Comentários

  1. Lucy Schneider

    Nossa !! Quero conhecer em 2021!!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendados por Rogério Milani para uma viagem perfeita

Guias, transfers, hospedagens e outros serviços para sua viagem.
Conheça nossos parceiros!
Alugue seu carro com a Rentcars
Reserve seu hotel no exterior com a segurança do Código de Defesa do Consumidor do Brasil
Compre seu ticket de trem em português e com poucos cliques
Evite filas nas atrações turísticas e programe seus bate-voltas comprando ingressos e passeios antecipados com a Tiqets/Ticketbar
Compare e compre seu voo com Skyscanner
Viaje com tranquilidade emitindo seu seguro viagem com a Real Seguros
Cartões de débito para viagem com o melhor câmbio e as menores taxas do mercado! Eu recomendo a Wise
Já pensou ter custo zero com sua hospedagem nas próximas viagens? Então conheça a Home Exchange!
Artigos e equipamentos recomendados para sua próxima viagem!