Quatro dias em Barcelona: a viagem de Gabriel com dicas do Viajando

por | Atualizado em 22/02/23 | Barcelona, Dicas de Viagem, Dicas do Leitor, Dinheiro, Hospedagem, Trem

Olá Rogério,

Aqui é o Gabriel e vou contar o relato de minha viagem para Barcelona. Para iniciar, gostaria apenas de dizer que sou estudante de Gestão na cidade de Aveiro (Portugal) e agradecer ao seu fantástico blog!

1º dia
No primeiro dia, chegamos a Barcelona (11:00) no aeroporto Al Part. De lá partimos com um metrô (optamos por comprar 10 viagens por 8,25 euros) sentido a Nau de La Rambla, uma das travessas da famosa Rambla, e a rua de nosso hostel.

Demos entrada no hostel e caminhamos sentido Rambla já apreciando a fotografia das ruelas de Barcelona. Chegando à Rambla, fomos caminhando sentido a praça da Catalunya (que fica no final da mesma) e paramos na La Boqueria (14:00), tradicional mercadão, onde se encontra especiarias, algumas comidas típicas, frutas e peixes. para comer um lanche, macedônia (travessa de frutas) e tomar um suco. Continuamos nosso passeio caminhando até a famosa praça da Catalunya (17:00).

Da praça, pegamos um metrô e fomos em direção ao famoso Parc Guell (17:30), a primeira obra de Gaudi a ser visitada. Ficamos até o pôr do sol caminhando no meio do parque, que além daquelas obras arquitetônicas, há toda uma parte verde, parecida com um bosque, a ser explorada.

De volta ao hostel, saímos (21:00) para comer algo e aproveitar nossa primeira noite. Como estávamos cansados, fomos em alguns PUBS que ficam próximos a Rambla e que serviam uma boa bebida, com um ambiente animado e agradável.

2º dia
Optamos por fazer um tour oferecido pelo hostel pelas obras centrais de Gaudi. Pegamos um metrô e descemos em uma estação em frente à Casa Batlló. Subindo um quarteirão, conhecemos a famosa La Pedrera (Casa Milà) e novamente de metrô, seguimos em direção à Sagrada Família (11:00). Após contornar toda igreja, e com o fim do city tour, entramos para conferir por dentro o que por fora já parecia algo fantástico. Eram vitrais, pilares, uma estrutura muito alta que tornava esta igreja única, digna de um filme. Lá dentro, subimos de elevador para ter acesso a parte externa das torres. A descida era algo bem claustrofóbico, com uma escada em espiral sem corrimão, porém valeu muito a pena.

Saindo da igreja, seguimos sentido estádio do Barcelona (17:00), onde conhecemos a loja de produtos do estádio, além de contornar exteriormente o mesmo. Optamos por não entrar e visitar seu museu, pois para estudantes a tarifa de 22 euros não é nada atrativa, porém na semana seguinte haveria um jogo por 36 euros, o que já parece mais atrativo.

De volta ao hostel (18:30), compramos um pacote que o mesmo oferecia, através de uma agência, para saborear uma seleção de tapas (porções de comidas rápidas, como uma porção de salada, algumas unidades de frango, umas torradinhas com jamón) e , após isso, conferir um pequeno espetáculo de Flamenco. Ao final do Flamenco, compramos um outro pacote chamado de pub crawl, onde fomos a dois pubs (com descontos de bebidas e shots grátis) e uma discoteca bem animada.

3º dia
À partir do terceiro dia, começamos a explorar mais tradicionalmente o local. Fomos caminhando pela Rambla (10:00) no sentindo do oceano, até chegar a famosa estátua de Colombo. Visitando aquela região, continuamos contornando a praia, até chegar à Champañeria, um local indicado pelo blog, onde comemos jamón, apreciamos uma cava (bebida espumante), além de comer um tradicional sanduiche espanhol, intitulado de blanc and black (para quem quer experimentar coisas novas, fica a dica).

Continuamos o nosso passeio contornando o bairro Barceloneta através da praia, até chegar à Vila Olímpica. Após andar algumas ruas da vila, pegamos um metrô (15:00) para ter acesso ao parque Montjuic, onde fica localizado o castelo de Montjuic.

Pegamos um bonde de interligação entre o metrô e um bondinho, que sobe até o castelo. O bondinho custa 6 euros e pouco apenas para subir, e 9 euros e pouco para subir e descer. Nós compramos ida e volta, pois não saberíamos o que teríamos para cima, e para baixo. Chegando ao castelo, que é grátis para visitar, se tem uma linda visão da cidade e do Porto de Barcelona. Após apreciar as enormes muralhas, descemos com o bondinho e seguimos reto sentido a casa Miró, que é um museu com obras fantásticas de arquitetura.

Continuamos caminhando até chegar ao parque olímpico, onde está localizado a Pira Olímpica, o estádio e o ginásio Olímpico, além de uma bela praça.

Continuamos nosso passeio descendo até o Palácio Nacional de Barcelona (18:00) e conferimos dali um lindo pôr do sol. Neste local, fica ainda a Fonte Mágica, que liga apenas as 19:00 horas. Fomos a um shopping que ficava ao fim da rua enquanto esperávamos a hora. Na volta, algo surpreendente estava acontecendo. Toda a rua com muitas fontes, e ao fundo uma fonte gigante que estava sincronizada com músicas de jazz, instrumentais, e outras proporcionando um belo espetáculo imperdível. Da fonte mágica fomos atrás de mais cores, e fomos visitar a torre Agbar, um prédio com uma arquitetura moderna, que possui uma iluminação única à noite, completando a nossa noite das cores em Barcelona.

4º dia
O último dia foi para apreciar os últimos instantes nesta maravilhosa cidade, descemos e subimos a Rambla pela última vez para apreciar esta rua sensacional. Da praça da Catalunya, fomos em sentido à Catedral de Barcelona. Saindo da catedral, fomos almoçar em um restaurante indicado por pessoas na internet chamado Envalira, que é frequentado principalmente por moradores locais. Este restaurante fica localizado em uma pequena praça, e atende com hora marcada, porém há duas coisas que realmente faz dele um diferencial: o preço, que era bem abaixo de outros restaurantes localizados em pontos turísticos, e o sabor único da paella acompanhado de um bom vinho, que o mesmo ofereceu para nós neste dia memorável, tirando o atendimento das pessoas.

Saindo do restaurante (17:00), fomos caminhando até o museu Picasso, que era grátis para entrar no domingo depois das 15:00, onde visitamos as belas obras que retratam seu estilo de pintura desde seus primeiros rabiscos, até seus últimos quadros. Para finalizar com chave de ouro nossa viagem, comemos mais alguns tapas e assim encerra nossa viagem.

Minha opinião
Barcelona é uma cidade incrível, perfeita para ser visitada tanto por jovens como idosos. Nós fizemos praticamente um mochilão, ficando em hostel, porém não abandonando as coisas típicas que a cidade proporciona. Nesses 4 dias gastamos com hostel e sem o transporte de Porto à Barcelona, a quantia de 80 euros por dia, ou 850 reais aproximadamente no total. Algum dos principais passeios possuem tarifas, além de as discotecas e PUBs possuírem preços bem elevados para bebidas, o que encarece um pouco o passeio.

A reserva do hostel Be Sound foi feita através do site Hostelworld, que contou com a ajuda do Rogério para definir a localização. A reserva foi simples e não precisou pagar nada adiantado. O quarto custou 17 euros por noite e era com mais 6 pessoas. Eu gostei muito, mas muito do hostel, principalmente por ele estar integrado à uma rede de agência que dá city tours gratuitos pela cidade, além de possuir alguns roteiros noturnos, como por exemplo, o do Flamenco e o dos pubs. A localização do hostel também é muito boa, fica a 50 metros da estação de metrô e a 4 quarteirões das Ramblas.

Concluindo, tenho que dizer que vale cada centavo, uma cidade linda, acessível, ótima para turismo. Eu voltaria para lá novamente. Agradeço ao blog e ao Rogério por ter me solucionado o problema de localização do hostel, além de me dar dicas de alguns passeios a fazer.

Abraços,

Gabriel

Informações Úteis
Hostel
Be Sound
17 euros dia/pessoa

Restaurante
Envalira
Almoço com paella, vinho e café por 21 euros/pessoa

————————————————————

Gabriel, obrigado pelo teu “diário de bordo” e pela criativa foto! Com certeza ajudará muitos outros leitores do blog.

E lembrem: o espaço está aberto para todos que quiserem compartilhar suas experiências e suas dicas. Basta comentar com seu email que entrarei em contato, ok?!
Abraços!

11 Comentários

  1. Anonymous

    Rogerio,
    Estou indo para Barcelona em outubro com meu marido, e ficaremos de 26 a 29. Chegaremos por volta das 19h do dia 26/10 e vamos embora as 20h do dia 29/10.
    Estou com dúvida no que fazer a noite no primeiro dia. Não somos muito de balada, mas gostaria de dicas de onde poderemos dar uma volta, comer bem e claro sendo seguro.
    Adorei seu relato da viagem, pois assim mostra que podemos curtir bastante em 3 dias.
    Obrigada,
    Raphaella

    Responder
    • Rogério Milani

      Olá Raphaella!

      Uma vez que o seu voo chega às 19:00 horas (foi o que entendi),
      considere os deslocamentos até o hotel, o tempo para um banho e aí
      finalmente começar a fazer alguma coisa. E mesmo que tudo isso já
      esteja feito às 19:00 horas, sugiro apenas uma bela caminhada nos
      arredores do hotel. Caso ele esteja nas proximidades dos pontos
      turísticos, simplesmente perambulem por ali e com calma observem o que
      aparecer. Em minhas viagens quando chego de noite eu abro mão de
      compromissos. Só ando pelas proximidades do hotel e procuro um
      restaurante qualquer para experimentar, sem pressa. Agora, caso o fogo
      seja muito grande, sigam para La Rambla, a mais movimentada rua da
      cidade com suas diversas opções de diversão. É segura e tem ótimos
      restaurantes. Acredito que será uma tremenda introdução à sempre
      vibrante Barcelona.

      Abraço!

      Postado por Pedro Schmaus

      Responder
  2. Anonymous

    Rogério, tudo bom? Adorei o blog. Ótimas dicas.
    Estou indo com um amigo agora em abril e preciso optar pelo Kabul (recomendado por amigos) ou Be Sound (recomendado aqui. Pode me ajudar. Preciso reservar o quanto antes. Abraços e parabéns pelo blog fantástico.
    Alexandre Mendes

    Responder
    • Rogerio

      Oi Alexandre, tudo bem?!

      Cara, desculpe não chegar a tempo de te ajudar… Tá sobrando pouco tempo para responder à tantas dúvidas… Eu investiria na recomendação de amigos, o que normalmente faço. Caso já me considere um amigo, resolva a dúvida pelas notas dos hóspedes, valores ou pelo item que mais te atrai em um hostel, oK?!

      Abraços!

      Responder
  3. Rogerio

    Oi Igor, tudo bem?!

    Em contato com a Camila, uma grande amiga e que edita o blog http://gastronomiaecinema.blogspot.com/, que morou durante 6 anos em Barcelona, ela informou que a cidade é perfeita e hiper planejada para pais com filhos pequenos, tanto na segurança, transporte como urbanismo, vai na boa!

    Realmente o valor dos aluguéis por lá são altos. A dica é procurar algo para alugar no segundo distrito (Eixample) de Barcelona, entre os bairros Sagrada Família e San Antoni. Ali você encontrará a melhor relação custo-benefício.

    Veja se achas algo para alugar no site VRBO, que normalmente é o que eu utilizo para alugar aptos ou estúdios na Europa. Outros bons sites para encontrar aptos por temporada na Espanha são Friendly Rentals e Rent4Days.

    Abraços!

    Responder
  4. Rogerio

    Márcio, tudo bem?!

    O melhor a fazer é pegar um táxi e ir direto para o Vaticano, desde que já tenha comprado o bilhete e tenha a entrada garantida em Biglietteria Online dei Musei Vaticani, seguindo depois para o Coliseu e Fórum Romano. Caso contrário, sugiro não ir ao Vaticano, pois perderá muito tempo na fila, mas seguir direto ao Coliseu e depois fazer uma boa caminhada passando por pontos como Fontana di Trevi, Panteão, será mais tranquilo. E na volta, caso tenha tempo, vá à estação Termini e pegue o trem para o aeroporto. Se o tempo for curto, vá de táxi, mais garantido.

    Informe-se com a companhia aérea sobre a taxa de embarque, mas normalmente é obrigatório pagar sempre que for necessário fazer um novo checkin, ok?! Também poderá sondar a possibilidade de ficar mais tempo em Roma, se tua agenda permitir, sem necessidade de pagar algo a mais, já que isto seria um stopover.

    Abraços e ótima viagem Márcio!

    Responder
  5. Rogerio

    Oi Fernanda, faça isto sim, será bem importante compartilhar estas infos com os outros leitores!

    Abraços e ótima viagem!

    Responder
  6. Fernanda

    Oi é a Fernanda..
    Eu não tinha visto que tu tinha respondido..Vou fazer a viagem e depois com certeza compartilho a experiencia.

    Muito muito obrigada!!

    Responder
  7. Igor Campos Leal

    Olá Rogério,

    Lendo esse post sobre Barcelona não pensei duas vezes: vou tentar pedir uma ajuda também!

    Estou planejando ir para Barcelona ano que vem fazer um curso de espanhol por 3 meses e ficar mais 1 mês mais ou menos para rodar pela Europa. Só que tem um pequeno detalhe: vamos eu, esposa, filha de 3 anos e filho de 1 ano! Animados, esse é o nosso sobrenome! 🙂

    A grande dúvida é sobre a cidade de Barcelona, pois recebi a dica de um conhecido, mas será que não seria uma melhor opção ir para um lugar menor por causa das crianças? Tipo Málaga, Sevilla? Ou em Barcelona a cidade é fácil de se locomover com crianças com carrinho? O item segurança lá é tranquilo? Claro que imagino ser como qualquer outra grande cidade, tendo que ficar atento e tudo o mais, mas não tem nada que deva se preocupar demasiadamente?

    Ir para Barcelona seria unir o útil ao agradável, pois tem ótimas escolas de idiomas, transporte público facilitado com boa rede de metrô, está na costa do Mar Mediterrâneo (pois queria uma cidade mais quente), tem muita-muita-muita coisa para se fazer e conhecer, está bem perto da França que é aonde pretendemos fazer vários bate-e-voltas de fim de semana…

    O lado ruim é o preço de imóveis para alugar, que andei pesquisando e está em torno de mil euros por mês. Você tem dicas de site aonde pesquisar apartamentos para alugar por temporada?

    A última dúvida para vocês que são experts em Europa: saberia me falar qual bairro/região seria uma boa para alugar o apê por causa do meninos (segurança, tranquilidade, praças) e que seja bem atendido pelo metrô?

    Na verdade, não sei se vocês conseguirão me ajudar nessa definição, mas não custava tentar o pedido de ajuda, né?

    Muito obrigado e parabéns pelo excelente conteúdo!

    e-mail: [email protected]

    Responder
  8. Rogerio

    Olá Fernanda!

    Interessante este ônibus, acho que já li alguma coisa sobre ele na revista Viagem e Turismo. Um ônibus que circula a Europa e você pode viajar quantas vezes quiser em um determinado tempo, não é? Tanto eu como os leitores do blog gostaríamos de mais informações e dicas suas após este passeio, ok?!

    Buenas, sobre o teu roteiro, a melhor ordem, para fazer trajetos menores e mais lógicos, seria esta:

    Londres – 3 dias
    Amsterdã – 2 dias
    Bruxelas – 2 dias (vale uma passadinha em Brugges)
    Paris – 3 dias
    Disney – 1 dia
    Versalhes – 1 dia
    Berlim – 2 dias
    Munich – 2 dias
    Veneza – 2 dias
    Roma – 3 dias
    Vaticano – 1 dia
    Florença – 2 dias
    Pisa – 1 dia
    Milão – 2 dias
    Madri – 2 dias
    Barcelona – 3 dias
    Ibiza – 2 dias
    Lisboa – 2 dias
    Porto – 2 dias

    Este roteiro todo tem aproximadamente 7300 km!!! O tempo eu acredito estar bem distribuído. Meu único medo é lá pelos 2/3 da viagem a coisa toda se tornar muito cansativa, pois viajar desta forma em 40 dias não é para qualquer um!

    Com relação à grana, eu calcularia algo em torno de 75 euros o casal para uma viagem dentro do que tu esperas, pousando em albergue. Se quiserem um pouco mais de “luxo”, uma boa meta seria 100 euros por dia.

    Para realmente fazer uma viagem econômica, seria legal já partir com os albergues reservados, ou pelo menos selecionados, para ir reservando 2 ou 3 dias antes de chegar no destino. Vale pesquisar em Booking.com e Hostelworld as melhores opções.

    O legal é que, durante as viagens mais longas, poderão descansar bastante e também organizar os pontos e atrações turísticas de cada cidade que pretendem explorar. Vale a pena levar junto um guia de toda a Europa, bem atualizado.

    Espero ter ajudado Fernanda! Se precisar de mais infos, me chama! E também gostaria de mais informações sobre o teu passeio pela Europa de ônibus. Se puder compartilhar conosco tuas impressões, ajudará muitos leitores que pretendem fazer este tipo de passeio, ok?!

    Abraços!

    Responder
  9. Anonymous

    Oii Rogério..Eu moro em Dublin e vou fazer um mochilão em fevereiro de 2011…tenho apenas 40 dias, pois eu volto para o o Brasil dia 16 de março, e quero voltar uns 4 dias antes para poder orgnizar as coisas, fechar conta e tudo mais..mas enfim..eu não se conhece, mas tem um onibus que viaja pela Europa, custa apenas 240 euros que vai ser nossa opção..vou viajar com o meu namorado que mora aqui comigo em Dublin também..nos pensamos num roteiro assim:

    Londres – 3 dias
    Amsterdam – 2 dias
    Bruxelas – 2 dias
    Paris – 3 dias
    Disney – 1 dia
    Versalhes – 1 dia
    Milão – 2 dias
    Veneza – 2 dias
    Pisa – 1 dia
    Roma – 3 dias
    Vaticano – 1 dia
    Berlim – 2 dias
    Munich – 2 dias
    Madri – 2 dias
    Barcelona – 3 dias
    Ibiza – 2 dias
    Lisboa – 2 dias
    Porto – 2 dias
    Florença – 2 dias

    Bom, temos noção que vamos ter que deixar algum lugar para trás, mas não sabemos qual, porque queremos muito conhecer todos estes lugares..gostaria das tuas dicas de roteiro e da divisão de dias..e gostaria muito que saber quanto precisamos levar de dinheiro, cada um, queremos ter uma viagem legal, queremos fazer todos os passeios, fazer pelo menos uma refeição em algum restaurante legal na cidade, não queremos gastar muito, mas queremos ter uma viagem tranquila, sem grandes luxos, mas confortavel..quais as dicas que tu me da?? Eu agradeceria muito muito se pudesse me dar umas ajudasss..
    Obrigada Fernanda

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recomendados por Rogério Milani para uma viagem perfeita

Reserve seu voo
Alugue seu carro com a Rentcars
Reserve seu Hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas nas atrações turísticas e programe seus bate-volta comprando ingressos e passeios antecipados com Ticketbar
Guias, transfers, hospedagens e outros serviços para uma viagem tranquila e segura
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando

Viaje tranquilo com seu seguro viagem

Seguros Promo
Real Seguros
World Nomads