Natal em Madri | Por Juliana Bezerra – Blog Rumo a Madri

Atualizado por Rogério Milani em 27/11/2020

Natal em Madri DSC06286

Olá! Você que leu o post sobre Madri está gabaritado para passar uns dias na cidade e curti-la. Mas agora vou falar sobre algo mais específico, para quem vem nessa época do ano passar o Natal em Madri, o Ano-Novo ou estará na capital espanhola no começo de janeiro.

Quem vem à Europa em dezembro ganha um plus na sua viagem, pois as cidades se enfeitam para o Natal de uma forma inesquecível. Por outro lado, muitas atrações estão fechadas ou com horários mais restritos, e é bom verificar as mudanças antes de sair de casa. De todas as maneiras, as luzes natalinas e a movimentação em torno à data são um consolo para a pouca luz natural de inverno e um espetáculo a parte. Madri não é exceção e na última quinta-feira do mês de novembro são acesas as luzes e árvores de Natal pelas ruas e praças da capital espanhola.

Natal em Madri DSC06266

Também começam os “mercadillos”, feiras especiais que vendem presentes em geral, artigos para a decoração natalina e figuras para presépios. Em Madri, o maior e mais badalado é o da Plaza Mayor, onde vale a pena dar um passeio, fazer umas comprinhas e aproveitar para comer castanha e milho assados, muito populares nesta época.

Outra tradição bem espanhola são as exposições de presépios. O comércio – bares incluídos – colocam as figuras centrais da Sagrada Família nos seus estabelecimentos. Mas há lugares – como a onipresente cadeia de lojas El Corte Inglés – que fazem verdadeiras superproduções que narram o cotidiano da época do Nascimento de Cristo com figuras como padeiros, ferreiros, lavadeiras e um sem fim de personagens. A prefeitura de Madri, todos os anos, traz algum presépio considerado obra de arte e o expõe para a população no Palácio de Cibeles. Este ano é a vez de um presépio napolitano dos Duques de Cardona feito no século 18 que estará aberto à visitação até primeiro de fevereiro.

Natal em Madri Presepio no mercado de La Paz

Tanto movimento em dezembro é sinal de que o Natal em Madri é movimentado, certo? Errado. Para começar, ao contrário do Brasil, os espanhóis não recebem presentes no dia 24 de dezembro. Natal aqui é sinônimo de missa para os católicos, ceia com a família e só. Papai Noel não faz tanto sucesso e somente nos últimos anos tem conquistado a Espanha. A criançada espera, com muita ansiedade, os três Reis Magos chegarem com seus presentes no dia 6 de janeiro. Falarei mais adiante.

Recuperados da ceia natalina, hora de pensar no Ano-Novo. Para quem vem dos trópicos é uma decepção. Como está frio, as festas na rua são poucas e não costumam durar muito, pois maioria são realizadas em boates e bares com preços para todos os bolsos. Todos estão muito agasalhados, vestidos a rigor e de preto, e bebendo copiosamente (em parte para esquentar, em parte para… vocês já sabem). Uma tradição espanhola é comer doze uvas enquanto soam as doze badaladas do relógio. Afinal, aqui não é possível pular as sete ondas. Em Madri, o povo vai para Porta do Sol e as TVs transmitem a festança ao vivo. Quem não gosta de multidão, como esta escriba, pode participar do ensaio das badaladas no dia 30, à meia-noite ou dia 31, ao meio-dia, no mesmo local. Isso sim, sem levar uvas, porque atrairiam má sorte ou bebidas, que atrairiam os policiais e as multas.

Recuperados da ressaca se aproxima a hora da festa mais importante do país: a chegada dos Três Reis Magos. Recebidos com um desfile no dia 5 de janeiro, a Cabalgata, percorre as ruas das cidades onde várias instituições participam com carros alegóricos atirando balas para a multidão. O roteiro em Madri, geralmente, vai de Novos Ministérios até o palácio de Cibeles onde Gaspar, Baltazar e Melchior são recebidos com honra de celebridades, fazem um discurso, assistem a queima de fogos e shows. É bom chegar cedo e ter cuidado porque todos os pimpolhos madrilenhos saem de casa neste dia. Também deixe a dieta para quando voltar e prove sem remorsos o Roscón de Reyes, os churros e abuse do chocolate quente. No dia seguinte, a criançada sai de casa para exibir seus novos brinquedos e os adultos, a se lamentar, pois ao contrário do Brasil, o ano aqui começa depois do seis de janeiro.

Natal em Madri Loteria

Natal em Madri – Serviços

Palácio Cibeles
Belen Napolitano
Horário: Terça a domingo: de 10,00 h. a 20,00 h.
Horários especiais: 24, 25 e 31 de dezembro de 2013 e 5 de janeiro de 2014: De 10:00  a 14:00 horas
Fechado: todas as segundas, 1 e 6 de janeiro.
Metrô Banco de Espanha, L2.

Mercadillo Plaza Mayor
De 28 de noviembre a 31 de diciembre. De 10h a 21:30h.
Metrô Porta do Sol, L1,L2 e L3.

Cabalgata de Reyes
05/01/2015 18:30 a 20:45
Roteiro

  • Nuevos Ministerios esquina San Juan de la Cruz
  • Plaza del Doctor Gregorio Marañón
  • Glorieta de Emilio Castelar
  • Plaza de Colón
  • Paseo de los Recoletos
  • Plaza de la Cibeles

————————————————————-

Quem é Juliana Bezerra

Natal em Madri Juliana

Historiadora e blogueira escrevendo no Rumo a Madri e Um ano na Espanha, dentre outras colaborações. Desde 2010 em Madri onde se dedica a mostrar o Brasil através de aulas de português aos espanhóis e a capital espanhola aos brasileiros.

_______________________________________________________

Recomendados por Rogério Milani para uma viagem perfeita na Europa
Alugue seu carro
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas comprando ingressos antecipados
Organize passeios nas cidades e arredores
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem

_______________________________________________________

banners05animado01

Tags

2 Comentários

  1. Ola,

    Meu nome é Talita e vou fazer uma viagem em Março para Europa, é minha primeira viagem internacional, e estou com algumas duvidas.

    Vou para Madri, França, Suiça e Italia.

    Gostaria de saber qual a previsão de tempo nessa epoca do ano março?
    Quais pontos turisticos que posso conhecer em cada cidade?

    se puder me dar algumas dicas ficarei imensamente agradecida.

    Obs: amei o blog e as dicas que voces dão.
    Obrigada!

    Bjos.

    Comente
  2. Oi Rogério,
    Meu esposo e eu queremos muito conhecer a Europa e visitar nossos primos na Dinamarca. O problema é que queremos muitos destinos. E o tempo e o dinheiro não dão. Vc acha que dá para conhecer Dinamarca, Londres, Alemanha, Suíça, França e Itália em menos de 30 dias de forma tranquila, romântica e BEM econômica? Nossas próximas férias coincidem em Janeiro de 2016. Esse período é bom? Estamos nos planejando com muita antecedência? A propósito parabéns pelo site e posts.

    Comente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *