Desejamos os melhores destinos para 2012! Feliz Viagem!

por | Atualizado em 22/02/23 | Geral

Itália França Paris Espanha Alemanha Inglaterra Barcelona Londres Portugal Praga Leste Europeu Amsterdã República Tcheca Veneza Holanda Lisboa Madri Berlim Austria Provença Dinamarca Florença Hungria Irlanda Grécia Suiça Munique Porto Viena Budapeste Bélgica Islândia Milão Bruxelas Nice Dublin Zurique Atenas Bordeaux Brugges Colônia Croácia Escócia Mônaco Toscana Aix-en-Provence Arles Avignon Berna Côte D´Azur Finlândia Monte Carlo

Málaga Nimes Nápoles Pisa Reykjavik Santorini Vale do Loire Andorra Biarritz Bologna Bratislava Cannes Cascais Champagne Cinque Terre Cracóvia Delfos Dijon Epidauro  Eslováquia Frankfurt Genebra Vauvenargues Glasgow Granada Grasse Gênova Idos  Lucca Lucerna Marselha Metz Micenas Montalcino Montepulciano Moscou Mykonos Mâcon Münster Nancy Orleans Polônia Reims Rússia Sevilha Sintra Vaticano Verona Versailles Vincennes Innsbruck

8 Comentários

  1. Danielle e Fábio

    Oi Rogério,muito legal o seu blog!!!
    Pelo que vimos,muita gente tira dúvidas por aqui, e caso sobre algum tempinho, ficaremos agradecidos se nos ajudar!!!
    Somos marinheiros de 1ª viagem e estamos planejando uma viagem de aproximadamente 15 dias, e pensando visitar Inglaterra, França, Bélgica e Holanda.
    O que você acha? Devemos visitar somente as capitais ou o tempo permite conhecer outras cidades?
    No nosso caso, o melhor transporte entre as cidades é o trem?
    Em relação ao aéreo, o ideal seria chegar em Londres e voltar de Amsterdam?
    R$ 10000 é o suficiente, incluindo o aéreo?
    Desde já agradecemos e aguardamos a ajuda!!!
    Danielle e Fábio

    Responder
    • Rogerio

      Olá Danielle e Fábio!

      Quinze dias por Inglaterra, França, Bélgica e Holanda é tempo suficiente somente para as capitais. Um bom roteiro e ordem seria assim: Londres (4), Bruxelas e Brugges (3), Amsterdã (3) e Paris (5). Caso fiquem “enjoados” de Paris no último dia (acho difícil…) poderão fazer um bate-e-volta de trem até Nancy, Reims ou alguma outra cidade do interesse de vocês. Também poderão inverter a ordem, iniciando por Paris e finalizando em Londres, ou então iniciar em Londres e finalizar em Amsterdã, ou vice-versa. Façam todas simulações possíveis e definam de acordo com interesse ou então por aquele com menor valor na passagem aérea. Na Bélgica a melhor opção é ficar uma noite em Bruxelas e outra em Brugges, uma cidade encantadora!

      Todos os trajetos internos poderão ser feitos tranquilamente de trem, conforme poderão conferir horários e valores pelo site da
      Rail Europe.

      Da grana, descontando aí uns R$ 2200,00 de cada passagem aérea e seguro obrigatório para cada um, sobrará em torno de 160 euros para gastar por dia, incluindo aí hospedagem, alimentação, ingressos, transporte público, etc. Uma boa seria já comprar os tickets de trem ainda no Brasil, pois então já terão uma ideia melhor de quanto sobrará para gastar, já que também terão noção do valor a ser gasto na diária de hotel ou albergue, indicando mais este último para uma viagem bem mais econômica. Consultem o site da Booking.com para cotar e reservar hotéis ou albergues.

      Abraços!

      Responder
  2. Fatima Cassiano

    Olá Rogério tudo bem? Vi que tem dicas excelentes no seu Blog.
    Eu e uma amiga iremos para a Europa no início de abril e ficaremos 20 dias, nossa primeira parada será Londres, depois Paris. De Paris estamos em dúvida se vamos para Berna na Suiça ou se pegamos um avião e vamos para Barcelona, o que você sugere? Depois pretendemos ir para Italia (Veneza, Florença e Roma).
    Também gostaria de saber se nessa época do ano é muito frio e se chove muito por lá.
    Bom se puder me dar essas dicas agradeceria muito.

    Fatima

    Responder
    • Rogerio

      Oi Fátima, tudo bem?!

      Optar por Berna ou Barcelona será uma decisão pessoal mesmo, de acordo com os interesses de vocês, oK?! Tanto uma como a outra são ótimas cidades para conhecer. Partindo de Paris, um trem levará vocês até Berna em 4 ou 5 horas, conforme consulta no site Rail Europe. Já o trajeto Paris-Barcelona realmente será melhor fazer voando, cotando e comprando através do site Skyscanner. De Barcelona seguirão voando a Veneza e então poderão fazer todos os trajetos na Itália de trem. Já de Berna a Veneza o trem levará 6h30, mas será uma viagem com lindas paisagens. Valé, também, cotar todos os voos internos junto à compra da passagem intercontinental, pois o valor poderá ser o mesmo que comprar os tickets individualmente e você terá a vantagem de manter a mesma franquia de bagagem para todos os voos.

      Como já é primavera, os dias serão quentes e as noites um pouco frias, mas nada de muita chuva. A não ser que o tempo esteja de brincadeira e resolva aprontar, o que ninguém pode prever, né?! Em todo o caso, é sempre bom ter roupas na mala para todo tipo de estação, para não ser pega desprevenida.

      Abraços!

      Responder
  3. Talita Feitosa

    Tentei enviar um email mas não consegui.
    Adorei o blog, bem prático e sem enrolação. Estou planejando viajar em outubro de 2012.. Adoraria conhecer Praga, a questão é que não há nada por perto que esteja na lista de prioridades, para um roteiro de 15 dias(já descontando a ida e volta), que roteiro poderia montar?
    Amsterdã, Bruxelas e Praga… Poderia incluir Londres ou Paris, mas seria mais por facilidade de voos para o Brasil que propriamente por interesse..risos

    Responder
    • Rogerio

      Oi Talita, tudo bem?!

      Uma opção para casar Praga com um roteiro seria Budapeste-Viena-Praga, um giro encantador pelo Leste Europeu. Ou, ainda, incluir Berlim, uma cidade espetacular e que pede pelo menos 4 ou 5 dias, assim como Praga. Já Viena e Budapeste 3 dias será o suficiente.

      Mas também poderá pegar um voo low-cost de Amsterdã até Praga, com a easyJet, por R$ 200,00 ida/volta, com o voo durando 1h30, sem precisar ir para outra cidade próxima, seguindo o roteiro depois para Bruxelas. Ou, então, fazer a ida de Amsterdã para Praga e a volta direto para Bruxelas, se ficar mais em conta ou for mais conveniente. Consulte valores pelo site Skyscanner.

      Caso ainda não tenha comprado a passagem intercontinental, vale cotar os voos internos junto, pois muitas vezes o valor compensa e você também consegue manter a mesma franquia de bagagem para todos os voos, ok?!

      Abraços!

      Responder
  4. Claudia Regina de Souza Pereira

    Olá Douglas,
    Eu e minha família( marido e 2 filhos-12/15) vamos para europa em julho/12. Já está tudo esquematizado entre passagens de ida e volta, locais. Iremos para Barcelona (4 dias), Madri (3),Lisboa(5),Porto (2), Paris (5) e retorno para Barcelona. O nosso problema são os translados. Queria saber como fazê-los com o menor custo possível. Tenho consultado os sites de trem e tenho achado um absurdo os preços, comprar lá seria uma melhor opção? Alugar um carro é possível para percorrer Espanha e Portugal? Pode nos ajudar? Obrigada.cláudia.
    meu e-mail: [email protected]

    Responder
    • Rogerio

      Olá Cláudia!

      Show de bola o roteiro e o tempo em cada cidade, perfeito!

      Nas rotas Barcelona-Madri e Lisboa-Porto o melhor será de trem, conforme poderá consultar e já comprar os tickets no site da Rail Europe. Quanto mais antecedência você comprar, menor os valores, mas o limite é de 3 meses. Já nas outras rotas, como Madri-Lisboa, Porto-Paris e Paris-Barcelona será mais rápido e mais em conta voar companhias low-costs, consultando e comprando pelo site Skyscanner. Sugiro que já reserve as passagens de avião ainda no Brasil. Já as de trem, se preferir deixar para comprar na viagem mesmo, faça isto já ao chegar na cidade de origem, já garantido o ticket para a cidade destino. Comprando com 2 ou 3 dias de antecedência você conseguirá boas tarifas, bem parecidas com as praticadas no site da Rail Europe, se compradas com bastante antecedência. Mas convém ficar atenta ao trecho Barcelona-Madri, pois é uma rota bastante frequentada e vocês podem não encontrar tickets de última hora para o AVE, o trem de alta velocidade que faz este trajeto.

      Alugar um carro para percorrer Espanha e Portugal também pode ser uma boa opção. De Barcelona até Porto serão cerca de 1600km a percorrer, o que pede um roteiro legal planejando paradas estratégicas, para não cansar demais. Se tivessem mais tempo daria até para fazer o roteiro todo de carro, pegando e devolvendo em Barcelona, o que deixaria mais em conta a locação do veículo, pois o que mais pesa é pegar o carro em um local e devolver em outro. Pior ainda em um país e devolver noutro, a taxa fica na média uns 500/600 euros. Mas este roteiro todo daria em torno de 5000 km, o que realmente demanda um bom tempo e diversas paradas pelo caminho, mas é uma opção e tanto, né? 🙂 Além dos sites tradicionais como Hertz e Avis, vale consultar as ofertas do site da Europcar.

      Boa organização aí Cláudia, e ótima viagem para vocês!

      Abração!

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *