Segunda onda do coronavírus na Europa – Notícias atualizadas semanalmente

Atualizado por Rogerio Milani em 23/11/2020

Última atualização: 09/11/2020 às 14h.

Após o verão na Europa e uma certa reabertura, com viagens liberadas dentro de um país e também entre os países europeus, com poucas medidas restritivas, agora a Europa se prepara novamente para o outono e inverno e com a Covid-19 voltando a dar as caras, com novos surtos e contágios, anunciando a tão temida segunda onda do coronavírus. Com isto, novas medidas e decretos são lançados diariamente em toda a Europa.

Só na semana de 10 a 17 de Outubro, houve uma alta de cerca de 34% no número de contágios em relação à semana anterior, ou 700.000 novos casos, e a maioria dos casos de contágio são na população jovem da Europa, apresentando sintomas mais leves da doença.

O que mais preocupa os Europeus é a exaustão do sistema hospitalar, dos médicos e enfermeiros, que ainda não tiverm tempo de se recuperar do forte impacto da primeira onda. Além disso, a alta demanda por exames está fazendo com que os laboratórios levem até duas semanas para entregar os resultados, dificultando ainda mais um controle absoluto sobre os surtos e contágios.

Confira aqui uma atualização semanal sobre cada país, para que você possa estar por dentro e se organizar caso queira ou precise viajar para a Europa. Para os brasileiros, a restrição maior ainda é a necessidade de quarentena, exigida por praticamente todos os países da Europa neste momento.

E se você realmente precisa viajar, não esqueça do seguro saúde com cobertura para a Covid-19. E caso precise de ajuda profissional para organizar sua viagem, conte comigo!

República Tcheca

Restrições são impostas gradualmente, até demais, a cada dois dias muda e restringe mais. A partir de quinta-feira, dia 22 de outubro:

– Passou s ser obrigatório o uso de máscaras em todos os lugares fora da sua própria casa, em veículos e parques ou ao ar livre, onde houverem mais pessoas circulando.
– Fechadas todas as escolas –  estudo a distância (nível médio já faz 3 semanas, segundo grau há uma semana e meia), só abre educação infantil e alguns locais para tomar conta dos filhos de médicos, enfermeiras, etc.
– Fechados todos os restaurantes, cafés etc., só abre delivery e “janelinha” pra pegar a comida na rua.
– No comércio só seguem abertos supermercados, farmácias, drogarias, óticas…
– Dos serviços continuam abertos reparo de eletrônicos, oficinas automotivas. enfim, o essencial para que a casa e veículos se mantenham funcionando.

Apesar do país possuir um sistema de saúde robusto, já na semana passada todos os hospitais começaram a restringir as cirurgias eletivas, reformulando a organização interna, pois não só os leitos, mas também médicos e enfermeiras em quarentena podem estar em baixa em breve. Para isso estão sendo contruídos hospitais de campanha nos centros de convenções em Praga e Brno, segunda maior cidade do país e que serão operados pelo exército tcheco.

Há exatamente dois meses haviam 99 pessoas hospitalizadas,  um mês atrás haviam 641 pessoas hospitalizadas e ontem, dia 25/10, foram 4545.

Na semana passada os novos casos diários chegaram em dois dias a 15 mil pessoas, sendo que durante a primeira onda o número mais alto de casos diários foi 373.

Colaborou: Martina Malechová.

Itália

Para evitar o que aconteceu no país no início deste ano, com um grande número de contágios e mortes, principalmente na região da Lombardia, norte do país, o governo italiano vem decretando, dia após dia, novas medidas. Nos últimos dias saíram decretos obrigando novamente o uso das máscaras nas ruas e em locais públicos, além de um toque de recolher entre 23h e 05h. O comércio deverá ficar fechado nos finais de semana. Casamentos são permitidos para até 30 pessoas e outros eventos públicos ou aglomerações são proibidos.

Academias foram fechadas e sair à rua após as 18h só com justificativa.

França

Impôs toque de recolher entre 21h e 6h, valendo para as maiores cidades do país, além da obrigatoriedade do uso de máscaras em locais públicos. Para quem não cumprir medidas, poderá receber multa de cerca de R$ 900,00.

A epidemia bateu um novo recorde na França neste domingo, 25/10,, com 52.010 novos casos positivos registrados em 24 horas. A situação da saúde continua a piorar, com um aumento crescente da contaminação, com mais de 1 milhão de casos confirmados na última sexta-feira.

 Ao mesmo tempo, o número de pacientes em terapia intensiva continua a aumentar, ultrapassando 2.500 casos de acordo com os últimos dados da Public Health France.

O aplicativo de rastreamento do governo francês, Stopcovid, agora chamado de TousAntiCovid, que no auge da pandemia não tinha feito sucesso, ultrapassou 4 milhões de usuários após ser renomeado. O presidente do Conselho Científico estima que hajam de fato 100 mil casos positivos por dia e não apenas os 50.000 casos que foram identificados neste domingo, dia 25/10. 

Colaborou: Daniel Monsanto

Irlanda

O país está no nível de alerta 3, com medidas bem brandas ainda, com limitação para restaurantes operarem somente delivery ou atendimento até 15 pessoas no lado de fora, caso estes tenham espaço externo. Visitas são permitidas, mas com limite de até 6 pessoas e a orientação para evitar contatos entre amigos e familiares, bem como evitar ao máximo as viagens para fora dos estados (Condados).

Alemanha

Para conter a propagação da pandemia do coronavírus, o governo alemão anunciou novas medidas que vigorarão na segunda-feira, 2 de novembro. As novas restrições afetam o setor de viagens, já que as pernoites em hotéis para fins turísticos serão proibidas e instalações de entretenimento como teatros e cinemas serão fechados. Bares e restaurantes somente poderão oferecer serviço de take away.

Obrigação de uso de máscaras em locais públicos e proibição de eventos públicos ou aglomerações. Grandes empresas retomaram o home office.

Alguns números de Berlim (23/11/2020):
População: aproximadamente 3.750.000
Fator reprodutivo: 0,96 (significa 96 infectados novos por 100.000 habitantes por semana)
Uso de macas na área intensiva por pacientes com corona: 24,3%
De 56.068 infectados até hoje: (de março até agora), 21.761 estão doentes, 34.460 já estão bem e 447 morreram.

Principais me/didas para evitar a propagação do vírus na Alemanha:

  • Uso de máscara em transporte público e lojas. Não cumprimento: 50€ de multa.
  • Fora de casa respeitar 1,5 m de distância.
  • Estão fechados os clubes, discotecas, feiras e congressos, cinemas, academias de ginástica, termas e saunas, piscinas, eventos culturais, centros de esportes amadores, prostíbulos.
  • Passeatas são permitidas com regras de higiene e distanciamento.
  • Lojas podem abrir, mas apenas um consumidor por 10 metros quadrados.
  • Desde 24/10, obrigatório o uso de máscara onde manter a distância entre as pessoas não é possível, como em mercados, ruas de compras, em filas, shopping centers. Em várias ruas de compras é obrigatório o uso de máscaras. 
  • Encontros particulares em áreas livres com até 100 pessoas. Em áreas internas máximo de 50 pessoas.
  • Entre 23h e 6 da manhã não é permitida a venda de bebida alcoólica.

Colaborou: Maria Helena

Bélgica

Bares e cafés encerram atividades às 23h e há limitação para número de pessoas no interior de cada estabelecimento, como número máximo de 4 pessoas por mesa.

A situação é considerada grave na capital e regiões adjacentes. O aumento em números é impressionante.

O governo está implementando toque de recolher das 22h00 às 6h00, até 19 de novembro. E também solicitou que as empresas incentivem o teletrabalho até esta data, além de medidas para as empresas com trabalhos presenciais.

Limita a duas pessoas o número de pessoas que podem fazer compras juntas, independentemente de menores de 12 anos.

Para auxiliar os profissionais da saúde, o governo belga está incentivando enfermeiros que atuam em casas particulares, além de estudantes de enfermagem e medicina a se colocarem à disposição.

O Governo anunciou a suspensão de todos os cursos, até 19 de novembro.  No entanto, trabalhos práticos, laboratoriais e estágios são acessíveis.  Os cursos serão ministrados remotamente. E todos os esportes indoor estão suspensos até 19 de novembro, exceto para crianças menores de 12 anos.

Colaborou: Daniel Monsanto

Portugal

O país adotou, até agora, medidas mais brandas. O comércio tem que fechar, obrigatoriamente, às 22h, e só é permitido a entrada de 10 clientes por vez em estabelecimentos comercias. Em breve será obrigatório o uso de máscaras em locais públicos, pois atualmente é aoenas fortemente recomendável.

Espanha

Residentes na capital Madri só podem entrar e sair da cidade se a viagem for realmente essencial. Escolas e locais de trabalho continuam operando normalmente.

O governo está tentando ao máximo para evitar confinamento total. Neste final de semana, 1/11, foram registrados em Madri 55.000 novos casos e 4300 nas últimas 24 horas. O estado de alarme está vigente até o começo de maio.

O toque de recolher vale da meia-noite até às 6 da manhã, não podendo estar ninguém nas ruas, só em casos que tenham uma justificativa forte.

Mas os espanhóeis podem continuar indo a restaurantes, cafés e bares até antes da meia-noite, usando máscaras e respeitando o distanciamento.

Reuniões estão permitidas até 6 pessoas, contando com as pessoas que já moram na casa. Exemplo: aqui em casa somos um casal e podemos receber mais 4 pessoas.

Teatros, cinemas e museus com até 75% da capacidade. Lojas, comércio e shoppings funcionam normalmente, respeitando as normas de distanciamento e número de pessoas.

Colaborou: Vivian Monteiro

Grécia

Na terça feira, 03 de novembro, o governo da,Grécia deu ordem para que fossem fechados todos os bares, restaurantes e espaços de cultura e lazer, a fim de conter o crescimento diário no número de contaminações.

E três dias depois dessa medida, foi anunciado um novo lockdown, com início sábado 07 de novembro até o dia 30 do mesmo mês. Todo o comércio vai permanecer fechado e abertos ficam apenas padarias, açougues, supermercados, farmácias e postos de gasolina. Restaurantes funcionam apenas com delivery ou take away.

As aulas presenciais continuam para pré-escola e fundamental 1. Os alunos de fundamental 2, ensino médio e faculdade seguem com aulas online. 

Durante esse período (03 até 30/11), valerá também um controle de circulação, onde as pessoas devem enviar um SMS para um número específico dizendo o motivo da saída, e existem alguns códigos para saídas permitidas. Quem precisa sair para trabalhar deve ter uma carta contendo seus dados pessoais e os dados da empresa ou discriminação do trabalho. Desobedecendo essas regras a pessoa está sujeita à cobrança de multas. 

O uso de máscaras, que até então era obrigatório apenas dentro de estabelecimentos comerciais e ambientes fechados, a partir de 03/11 passou a ser obrigatório também em lugares abertos e até mesmo nas ruas. 

Todas essas medidas rigorosas foram implantadas para evitar a superlotação de hospitais do sistema público de saúde, o que pode gerar um caos no sistema.

Holanda

Restaurantes e cafés fechados, funcionamento só com delivery. Lojas abertas só em horário comercial. Supermercados e lojas de bebidas não podem vender álcool após 20hs ou as pessoas não podem portar a bebida com álcool após as 20hs tambem.

Autorizado receber até total de 4 pessoas contando as pessoas que moram na casa. Exemplo: se moram um casal em uma casa, podem receber no máximo pessoas.

Academia continuam abertas, mas somente com agendamentos. Esportes ou futebol não é permitido.

Competições estão suspensas e museus, cinemas e teatros funcionam com ocupação de no máximo 30 pessoas.

Até o início de novembro, os casos estavam em 10.000 por dia e neste último domingo, dia 1/11, foram registrados 8740 casos.

Colaborou: Vivian Monteiro

Inglaterra

Impôs a obrigatoriedade de quarentena também para viajantes que chegam de outros países da Europa, principalmente Espanha, Portugal, França e Itália.

A partir de quinta-feira, 04/11, começa o novo lockdown no Reino Unido e que se estenderá até 2/12. Academias, lojas, bares, restaurantes e locais de “serviços não essenciais” deverão ser fechados.  Pessoas ainda estão permitidas a sair na rua para fazer exercício ao ar livre, mas não podem se encontrar com membros de diferentes famílias ou mais de uma pessoa dentro de lugares fechados.

Acreditamos todos que não será tão restrito como em março, porém para o período do ano em que estamos, todos estão muito preocupados.

É uma época que antecede o Natal e o Boxing Day e é a época em que todos aproveitam as maravilhas de Londres (festivais de luzes, natal, pistas de patinação) que compensam o tempo frio, porém esse ano tudo está diferente e nada disso será aproveitado. 

Então os governos injetam dinheiro, dão benefícios e ajuda financeira à quem precisa e está sem trabalho, pagam 80% dos salários das pessoas que não podem trabalhar para as empresas para que se mantenham “empregadas”, dão empréstimos com juros quase zero para que as empresas fiquem de pé.

Colaborou: Roberta Weber

___

Recomendados por Rogério Milani para uma viagem perfeita
Guias, transfers, hospedagens e outros serviços para uma viagem tranquila e segura
Alugue seu carro com RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas nas atrações turísticas e programe seus bate-volta comprando ingressos e passeios antecipados
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Seguros PromoReal SegurosMondial Assistance ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

___

 

 

 

 

Tags

Trackbacks/Pingbacks

  1. Life after COVID-19: Como será a vida após a Covid-19 - Viajando Bem | Dicas e roteiros de viagem - […] completo e tirar suas próprias conclusões. E se você quiser acompanhar um pouco mais sobre a situação atual do turismo…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *