Roteiro de um dia em Londres – passeando pelos símbolos da cidade à beira do Tâmisa

Atualizado por Rogério Milani em 18/06/2020

Rogério Milani

Procurando um roteiro de um dia em Londres? Confira nossa sugestão em que você passeia pelos símbolos da cidade à beira do Tâmisa com tranquilidade e aproveitando o essencial da cidade! Este roteiro e outros 4 fazem parte do nosso Guia de Bolso de Londres para Brasileiros, totalmente gratuito que você poderá baixar e acessar clicando no botão abaixo!

Baixe agora o Guia de Bolso de Londres, é gratuito!

Londres é uma das cidades mais cosmopolitas e interessantes de todo o mundo – não há novidade nenhuma nesta frase! Aqui no blog, indicamos sempre que você tire quatro ou cinco dias para conhecer as grandes cidades europeias e, com Londres, não seria diferente! O motivo é um só: há muuuuuuuito o que ver, fazer, comer e conhecer lá!

Mas, pensando naqueles viajantes que tem apenas um ou dois dias para conhecer Londres porque vão fazer alguma outra viagem pela Europa e não têm tempo hábil pra ficar mais dias, preparei um roteiro de um dia por Londres!

Sim, é possível otimizar seus passeios – mas vale reiterar que este é o básico do básico para quem quer conhecer Londres!

Se você quiser algo super personalizado e com sua cara, organizo uma viagem incrível pra você lá com os roteiros personalizados do blog – há opções para todos os orçamentos e estilos de viajante!

Ainda indicamos outros posts aqui no blog pra te ajudar a montar essa viagem – as dicas de hospedagem em Londres de nossos clientes são essenciais porque, convenhamos, ficar hospedado em um lugar mal localizado pode acabar com a sua experiência de viagem!

A cidade é dividida em oito zonas e sempre digo que turistas de primeira viagem a Londres devem escolher bairros centrais, de preferência nas zonas 1 e 2.

Outro post obrigatório pra quem vai pra lá é o tudo sobre Londres: dicas de alimentação, locomoção, viagens bate-e-volta e hospedagem, escrito em parceria com Roberta Weber Calabró, que mora e trabalha lá!.

E, se você está pensando em conhecer Londres, contratar seguro de viagem é obrigatório, então é bom conferir este post sobre o seguro viagem, sua obrigatoriedade e dicas.

Roteiro de um dia em Londres – passeando pelos símbolos da cidade à beira do Tâmisa

Qual é a primeira coisa que você quer visitar ao chegar em Londres? Obviamente, decidimos começar a nossa viagem passeando pelos símbolos da cidade como Big Ben, Abadia de Westminster, London Eye, Torre de Londres e Tower Bridge. Além disso, durante este dia, você vai passear ao redor do Tâmisa (da London Eye a Tower Bridge), percorrendo muitas atrações como a área de Southbank, Tate Modern, Shakespeare Globe, The Shard, London Bridge – a primeira ponte de Londres… Assim, você já começa a sentir o clima desta incrível cidade. O “gran finale” será no cenário de tantos filmes como 007, a linda ponte Tower Bridge. Você verá o antigo se misturando com o novo em um caminho repleto de história.

Guia de Bolso de Londres é GRATUITO e lá você encontra mais roteiros, informações detalhadas sobre transporte, alimentação e como Londres funciona como um todo – é um material completo e disponível gratuitamente por tempo LIMITADO! O que você vai encontrar lá?

Informações importantes – Se você está planejando a primeira ou a décima viagem para Londres, ainda vai achar informações relevantes sobre:

– clima,

– transporte,

– moeda,

– saúde,

– alimentação

Roteiros prontos – Preparar um roteiro para visitar Londres pode ser uma tarefa bem desafiadora, especialmente nestes tempos de muita informação e dificuldade de definir prioridades!

Mapa do roteiro

E… AÍ ESTÁ ELE!

Começamos o dia tomando como ponto de partida a estação de metrô Westminster, que é justamente a parada de metrô do Palácio de Westminster, local de encontro da Câmara dos Comuns e da Câmara dos Lordes, as duas casas do Parlamento do Reino Unido. Big Ben é o nome do sino (ou da torre do relógio hoje conhecida como Elizabeth Tower) que foi instalado na entrada norte no Palácio de Westminster.
Endereço: 20 Dean’s Yard, Westminster, City of London SW1, Reino Unido
Site: http://bit.ly/palaciowestminster

Próximo ao Parlamento está a igreja anglicana Abadia de Westminster (Westminster Abbey), famosa por ser o local de coroações e enterros de todos os monarcas do Reino Unido. Patrimônio da Humanidade, dentro da igreja você encontrará diversos sepulcros de membros da família real e outras personalidades ilustres como Isaac Newton, Charles Dickens e Charles Darwin.
Site: http://bit.ly/westminsterabadia

Entre o Palácio e a Abadia, você encontra a Praça do Parlamento que contém duas estátuas de Winston Churchill e Nelson Mandela. Cuidado para não confundir a Abadia de Westminster com a Igreja de St. Margaret’s, que fica bem em frente ao Parlamento.

O OUTRO LADO DO RIO

Que tal cruzar para o outro lado do rio? Vamos cruzar uma das pontes mais movimentadas de Londres, a Ponte de Westminster, que se encontra em frente à Torre do Big Ben. Alguns passos – e muitas fotos depois (aproveite para tirar fotos de todos os ângulos) – você chegará ao final da ponte. Basta virar à esquerda e você estará no The Queen’s Walk, onde estão os hotéis Marriot e Premier Inn e as atrações turísticas London Aquarium, Shrek Adventure, London Dungeon e a famosa roda gigante do milênio, London Eye.
Sites: Aquarium (http://bit.ly/sealifelondres) / Shrek Adventure (http://bit.ly/shrekadventure) e London Dungeon (http://bit.ly/dungeonlondon)

LONDON EYE

Foi construída quando arquitetos perceberam que havia poucos edifícios de onde era possível observar Londres do alto. A London Eye gira em torno do eixo como uma roda de bicicleta motorizada e, apesar da ideia inicial de ser “provisória”, teve tanto sucesso que se tornou permanente. Possui 135 metros de altura e 32 cápsulas ao total (uma para cada bairro de Londres). O trecho dura 30 minutos e ela não para nunca.

Tickets – Sempre recomendamos que a compra seja feita online, pois existem diversos sites que oferecem pacotes 2×1 para tickets. Além disso, os preços são mais baixos (pode-se incluir o Madame Tussauds e as atrações acima no pacote) e você não precisa ficar na fila. Também é possível comprar os tickets na frente da London Eye, se assim preferir.
Site: https://londoneye.com

Passe a London Eye e siga caminhando, passe pelo Jubilee Gardens, pelo carrossel e preste atenção: em determinadas épocas do ano é construída uma estrutura onde funciona um mercado de inverno, banquinhas, e até um palco com diversas atrações circenses. Você passará pela bonita ponte de Embankment e chegará à área chamada Southbank (Leito Sul).

No começo você vê o Southbank Centre, que é o maior complexo artístico da Europa. Ali você encontrará o Royal Festival Hall (centro de performance para dança e teatro), a Hayward Gallery (galeria de arte moderna), o Queen Elisabeth Hall (sede da Orquestra de Londres, casa de ópera, ballet e dança moderna) e a Poetry Library. Mais adiante, está o restaurante mexicano Wahaca e, ao longo do caminho, existem ainda outras opções para comer, mas isto dependerá da sua fome. Veja abaixo algumas opções para o almoço.

A caminhada ao longo da orla do Tâmisa segue e a primeira ponte após o restaurante mexicano Wahaca é a Waterloo Bridge (Waterloo é o nome da estação central que se situa atrás de Southbank, de onde partem diversas linhas de metrô e trem para Southwest London). Você passará pelo National Theatre e os edifícios da IBM
e o London Television Centre (onde funcionam a BBC e a ITV).
Sites: Southbank Centre (http://bit.ly/southbankcentreuk)/ National Theatre (http://bit.ly/nationaltheatreuk)

Essa é realmente uma bonita caminhada (com árvores iluminadas durante a noite) e você passará por uma pequena área de lojinhas e restaurantes chamada Gabriel’s Wharf. Logo em seguida, você verá a famosa torre Oxo Tower Wharf, edifício que contém restaurantes, café e galerias e também é lar de alguns dos mais inovadores e contemporâneos designers de renome internacional. Passe pela estação de trem recém-reformada de Blackfriars e pelo pub/restaurante com vista para a Catedral de St. Paul, Founders Arms, além da Bankside Gallery, com uma impressionante coleção de aquarelas.
Sites: Oxo Tower Wharf (http://bit.ly/oxotoweruk) / Gabriel Wharf (http://bit.ly/gabrielwharf) / Bankside Gallery (http://bit.ly banksidegallery)

PAUSA PARA O ALMOÇO

Pela zona de Southbank você encontrará centenas de cafés, restaurantes e bares então, ao longo da caminhada deste dia, você terá várias opções de locais para
fazer a sua pausa e reabastecer as energias. Sugerimos as opções abaixo.

Strada – No começo da área de Southbank está localizado este restaurante com comidas típicas italianas em um ambiente acolhedor. Preço (£15-£20/pessoa). Site:
http://strada.co.uk

Las Iguanas – Se você busca um bom bar latino, aí está uma boa opção. Está sempre cheio de turistas e você pode fazer a reserva pelo site. Lá, você pode comer uma moqueca brasileira ou ainda se deliciar com a enorme variedade de pratos mexicanos como tacos e nachos ou deliciar-se com pratos argentinos, como empanada e churrasco. Obviamente, por ser um restaurante em uma zona turística, não é um dos mais baratos. Preço:£25-£30/pessoa.
Site: http://iguanas.co.uk

EAT – Se você uma refeição rápida e econômica, você pode parar sempre que encontrar um EAT ou Pret a Manger, por exemplo. Em Southbank tem um, e eles
servem refeições quentes e frias, snacks, frutas, saladas, sucos, entre outros. Preço: cerca de £10/pessoa. Site: https://eat.co.uk

Wahaca – Se você gosta de comida mexicana, não deixe de experimentar o nosso favorito – Wahaca. Não somente pela comida que é deliciosa (e não cara), mas
também pelo estilo do local. Um total de 130 pessoas podem sentar para comer em oito contêineres reciclados divididos em dois andares. Preço: em torno de £15/
pessoa dependendo dos pratos. Site: http://wahaca.co.uk

Founders Arms – Com certificado de excelência da Trip Advisor, você encontrará comidas típicas e boas cervejas neste pub. Preço: Espere gastar em torno de £25.
Site: http://foundersarms.co.uk

Abadia de Westminster

TARDE

A nossa primeira grande parada no turno da tarde é o famoso museu de arte contemporânea Tate Modern. Ele possui 88 galerias e sua coleção está espalhada por sete andares, que incluem obras de Pablo Picasso, Matisse, Braque, de Chirico, Francis Bacon, Alexander Calder, Chagall, entre muitos outros artistas do século passado. Sempre existem exposições gratuitas, mas as temporárias são sempre incríveis – e pagas.
Site: http://bit.ly/tatemodernmuseum

Em frente ao Tate Modern, está a moderna Ponte de Milênio ou Millennium Bridge que chega até a Catedral de St. Paul. Ela foi inaugurada em 2000 e cruza o Rio Tâmisa, unindo a zona de Bankside com a City de Londres. Preste atenção ao caminhar pela ponte e olhe para o chão, onde encontrará mais de 400 minipeças de arte produzidas pelo artista Ben Wilson, feitas em cima de marcas pretas de chicletes jogados no chão. Você pode escolher se quer visitar a Catedral agora em um outro dia quando visitará a City.
Site: https://stpauls.co.uk

Roteiro de um dia em Londres

Fãs de arte e teatro? Pois aqui está ele: Shakespeare Globe. O Shakespeare’s Globe Theatre é uma fiel reprodução do The Globe original – construído em 1599 no qual o dramaturgo William Shakespeare interpretou suas obras de maior renome como Hamlet e Romeu e Julieta. Se você quiser viver essa experiência de assistir uma peça no teatro e ainda economizar, compre os tickets para assistir de pé, eles custam £5.
Site: http://shakespearesglobe.com

Se você gosta de uma boa cerveja, chegamos na área de Southwark repleta de pubs e restaurantes. Após passar por debaixo da ponte de Southwark, você chegará ao bonito e charmoso pub The Anchor, que é famoso pois foi o local de onde Samuel Pepys viu começar o Grande Incêndio que atingiu Londres no ano de 1966. Esta é uma área muito bonita para caminhar também e você pode explorá-la bem e por todos os lados (incluindo Park Street e Stoney Street), pois é repleta de locais interessantes. Você passará por uma das mais antigas e notórias prisões da Inglaterra, a prisão Clink, criada em 1144 (e que abriga um museu chamado The Clink Prison Museum). Visite ainda as ruínas das antigas residências dos bispos de Winchester destruídas no primeiro incêndio de 1814 (Winchester Palace).
Ali perto, não deixe de visitar o bar The Old Thameside Inn, com vistas incríveis dos edifícios modernos da City e o famoso navio Golden Hinde II, com o qual o Sir Francis Drake usou a circunavegar o globo entre 1577 e 1578.
Sites: The Clink Prison Museum (http://clink.co.uk) e Golden Hinde II (http://goldenhinde.com).

The Anchor Pub

Borough Market e Catedral de Southwark – O Borough Market é um centro de distribuição e abastecimento denalimentos frescos e já existe há mais 250 anos neste mesmo lugar. Se estiver com fome, aguente pelo caminho e prove a enorme quantidade de comidinhas do mundo todo que são vendidas por ali. O mercado está fechado na segunda e terçafeira – para aproveitar, sábado é o melhor dia, e também o mais movimentado. A Catedral de Southwark é a mais antiga catedral gótica de Londres, com 1400 anos desde sua construção.
Sites: Borough Market (http://boroughmarket.org.uk) e Catedral de Southwark (http://bit.ly/southwarkcathedral)

A próxima ponte é nada mais, nada menos, do que a London Bridge, a primeira ponte de Londres que passou a conectar os dois lados da cidade. A primeira versão surgiu há dois mil anos e, apesar de toda a fama, é sempre confundida com a próxima ponte que encontraremos, a famosa e linda Tower Bridge, um dos principais pontos turísticos da capital britânica.
Site: http://towerbridge.org.uk

Nos arredores da London Bridge, se você ainda tiver fôlego, sugerimos uma subida ao The Shard, o prédio mais alto da Europa, um arranha-céu em forma de pirâmide e que tem este nome por ser revestido de vidro. O valor para subir no último andar da torre é em torno de £30, mas você poderá gastar esse dinheiro (ou menos) para tomar um coquetel num dos bares do edifício chamado Oblix (para entrar lá, você precisa estar vestido mais socialmente).
Site: http://the-shard.com

CAFÉ OU CERVEJA?

Como já citamos, você poderá escolher almoçar em uma das centenas de opções ao longo do passeio, mas podemos oferecer uma simples pausa para a parte da tarde. Você prefere cerveja ou café?

PUBS

Opções não faltam nas redondezas da London Bridge. O próprio tour dos pubs, que é uma das grandes atrações da cidade no Trip Advisor do vlogueiro Rafa Maciel, o Guri in London (http://guriinlondon. com) começa na estação de London Bridge e a primeira parada é o famoso The George Inn (http://bit.ly/georgeinn), frequentado por Charles Dickens. Depois o Southwark Tavern (http://bit.ly/southwarktavern) que era uma prisão, o The Market Porter (http://bit.ly/themarketporter), utilizado para gravações de cenas de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban e o Brew Wharf (http://brewwharf.com), localizado dentro de Vinópolis (para os amantes dos vinhos e conhecida pela obra de arte com guarda-chuvas coloridos). Indicamos ainda o The Horniman at Hay’s (http://bit.ly/hornimansathays) dentro do complexo The Horniman na beira do rio, pertinho da prefeitura de Londres.

CAFÉS

Você já sabe que a cidade é repleta de cafés e, nesta área de Southwark, não é diferente. Nas proximidades da Prison The Clink, por exemplo, recomendamos o Le Pain Quotidien (15 Winchester Walk, Blows Yard, London SE1 9AG). Pertinho do Borough Market, nosso favorito (e o de muitos) é o famoso Monmouth (2 Park St,
London SE1 9AB), quase sempre com filas – a boa notícia é que elas andam bem rápido!

AINDA ESTÁ DISPOSTO?

O passeio do Tate Modern até o Borough Market leva em torno de 15 minutos caminhando. Claro que você parará em diversos lugares pelo caminho, mas, se ainda quiser caminhar um pouco mais, recomendamos que siga pela rua Tooley Street passando pela London Bridge Experience (tours guiados pela história macabra de Londres) até o Hilton London Tower Bridge, onde você deverá entrar na rua More London Riverside para chegar até a beira do rio novamente. Você chegará no City Hall (Prefeitura de Londres) que é um moderno prédio que abriga o gabinete do prefeito de Londres e a Assembleia, sem contarque estará cara a cara com outros dois símbolos da cidade: a Tower Bridge e a Tower of London (Torre de Londres).

Deixaremos para incluir a Torre de Londres em outro dia pois, possivelmente, você terá que chegar cedo para entrar nela, mas é possível ainda visitar e subir na Torre da ponte que conta a história da sua construção na Tower Bridge Exhibition Offices (programe sua visita que custa £8 entre 10h-17h).nVocê pode ainda voltar um pouco e ver o Complexo construído na beira do rio chamado The Horniman, além do famoso HMS Belfast, antigo navio da Marinha Real que foi transformado
em museu e usado durante a Segunda Guerra Mundial e que pode ser visitado.

Sites:
London Bridge Experience (http://bit.ly/thelondonbridge)
City Hall (http://bit.ly/thecityhall)
Tower of London (http://bit.ly/tower_london)
HMS Belfast (http://bit.ly/hmsbelfast).

Roteiro de um dia em Londres

Espero que tenha curtido este roteiro! Mas se quiser fazer qualquer comentário ou sugestão, adoramos ler os pitacos dos leitores! 😀

Recomendados por Rogério Milani para uma viagem perfeita
Guias, transfers, hospedagens e outros serviços para uma viagem tranquila e segura
Alugue seu carro com a RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas nas atrações turísticas e programe seus bate-volta comprando ingressos e passeios antecipados com Ticketbar
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Seguros PromoReal Seguros ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

___

Tags

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *