Portugal, Budapeste, Viena e Praga: Dá para fazer este roteiro?

Atualizado por Rogerio Milani em 28/01/2016

Portugal, Budapeste, Viena e Praga_Budapeste_Viajando Bem

Tássia enviou:

Olá, tudo bem?
Antes de tudo, é uma pena que eu não tenha conhecido o seu site antes. Você dá muitas dicas bacanas e teria ajudado bastante no mochilão que fiz na europa no final de 2007. Mesmo assim ele foi perfeito!

Bom, eu me caso esse ano e estou pensando em ir de lua-de-mel para a Europa, novamente em um sistema low cost, mas não queria ficar em Albergues. Gostei muito daqueles flats de Budapeste – inclusive quero muito ir para lá também. Meu noivo ainda não conhece a Europa, mas gostaria muito de visitar Portugal. Eu queria muito fazer Praga, Budapeste e Viena.

Você acha que esse roteiro pode ser amarrado? Quantos dias são indicados para cada lugar? Conhece mais alguns flats no esquema de Budapeste nessas outras regiões? O ideal é fazer a viagem de avião?

Parabéns pelo Blog, é muito bacana!

Tássia

____________________

Oi Tássia, valeu por acompanhar este blog! Olha, dá para amarrar perfeitamente este roteiro. Poderias fazer Portugal, Budapeste, Viena e Praga, ou iniciar em Budapeste e finalizar em Portugal. De Portugal para Budapeste ou de Praga para Portugal, vá de low-cost. De Budapeste a Viena e de Viena a Praga, trem, sem dúvida. Aí poderás comprar a passagem quando chegar em cada cidade ou já sair do Brasil com os tickets em mãos, através da Rail Europe.

Quantos dias em cada cidade? Sou daqueles que gosta de sentir a cidade, não apenas passar voando por elas e ver apenas os pontos turísticos. Mas tudo depende do tempo, grana e estilo de viagem. Eu faria assim: Budapeste 3/4 dias, Viena 3/4 dias, Praga no mínimo 5 dias, Lisboa no mínimo 5 dias e Porto e arredores, 3 dias.

Para alugar apartamentos em Praga, recomendo o Rent & Go. Serviço hiper profissional e com ótimos apartamentos. Em Lisboa, vá de Rent 4 Days. Em Budapeste, sem erro o Dunaflat, pelo atendimento, preço, característica e localização dos apartamentos. Em Viena, assim como também para qualquer outra cidade da Europa, vá de VRBO. Mas se a idéia for hotel, uma ótima alternativa é o Geblergasse, que já foi citado neste blog. E, claro, não poderia deixar de fora o ótimo serviço de reserva de albergues e hotéis, Booking.com.

Tássia, felicidades pelo casamento e ótima viagem! Espero ter ajudado!

____

Recomendados por Rogério Milani para uma viagem perfeita
Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas comprando ingressos antecipados
Organize passeios nas cidades e arredores
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Real Seguros, Mondial Assistance ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

_____

banners05animado01

 

 

Tags

115 Comentários

  1. Olá! Muito bom seu blog!
    Eu e meu marido aproveitamos a promoção da Tam de resgatamos passagem com pontos para Frankfurt, em novembro. Gostaríamos de ir para Praga, Viena e Budapeste, e alguma cidade legal na Alemanha (Munique ou Berlim) ou p/ Salesburgo Temos apenas 10 dias (penso que dois dias em Budapeste e 3 em Praga)Gostariamos da sua ajuda para o melhor roteiro e forma de locomoção!
    Grata
    Luciana

    Comente
    • Oi Luciana, tudo bem?!

      Enviei diretamente para teu email minha proposta de consultoria e briefing, ok?!

      Abração!

      Comente
  2. Olá, realmente o blog está muito bom! Parabéns!
    Estou pensando em fazer Budapeste-viena-praga em setembro, mas surgiu uma dúvida:
    Saindo do Brasil, a melhor opção é um voo direto para praga ou Budapeste? Ou é melhor e mais barato desembarcar em outro destino é pegar um transporte até la??
    A outra pergunta é, comprar passagens de ida e volta para Budapeste (por ex) ou ida pra Budapeste e volta partindo de praga?

    Abraço!

    Comente
    • Oi Tiago!

      Todas as opções são corretas, o importante é cotar e comparar. O melhor, claro, é chegar por uma cidade e voltar por outra. Não recomendo chegar numa cidade e se deslocar de trem até o destino que será o início da viagem, ok?! E sempre priorizar multi-city (chegada por uma cidade e volta por outra) em detrimento da round-trip (chegada e saída por uma mesma cidade).

      Abraço!

      Comente
  3. Olá Rogerio, como todos, achei o site Top! Parabéns. O que você me diz do roteiro: Aereo Natal-> Lisboa -> Veneza, depois de trem entre Budapeste, Viena, Praga, Munich, Heldeberg e Bruxelas. Seriam 21 dias. Sendo Lisboa, apenas pela opção de stop gratuito que a TAP me da (basicamente será 1 dia na cidade e outro em Fátima). nas demais cidades de 2 a 3 dias (dias = alojamento/pernoites). Meu maior dilema agora, seria definir como ir de Veneza a Budapeste, que olhando pelo mapa seria a melhor opção para começar o o percurso de trem.

    Comente
  4. Olá Rogério, parabéns pelo site e pelas dicas. Gostaria de saber qual o melhor roteiro: Budapeste, Viena, Praga ou Praga, Viena, Budapeste. Outra coisa, gostaria de encaixar Alguma cidade Polonesa e outra Alemã. Tenho 15 ou 16 dias no geral. Vou embarcar em Natal´-RN. Não falo praticamente nada de inglês.

    Comente
  5. Preciso que me ajude montar num roteiro com saida de porto dia26/12para budapeste Só volto ao brasil dia 19/01/2015 por onde posso passear paises perto , lugares para ficar , hotel mais baratos o que posso fazer de carro trem ou aviao . Gostaria muito de passar em roma Austria e praga , se der porque estou desistindo porque é tao complicado . Bi que vc dar umas dicas tao boas srnsatas , se puder me ajudar fazendo uma voisa bacana . Vsi eu meu marido e duas filhas . Porque ê um periodo muito frio tem lugar que carro nem passa nê devido neve , eu nao conheço entao gostaria de ajuda . Obrigada n

    Comente
    • Oi Isa, tudo bem?!

      Acredito que seja melhor contar com a minha consultoria profissional para sua viagem. Enviei proposta diretamente para seu email, ok?!

      Abraço!

      Comente
  6. Olá!! Trabalho c viagens em Macaé, estou sempre visitando blogs, pois Amo viajar e indicar cidades, hoteis, etc c segurança, e seu blog eh muito interessante e vejo q conhece mto bem o q informa, parabéns!! Espero q passamos trocar informaçoes uteis aos seus leitores e aos meus clientes. A propósito, onde vive? Sem mais, ate breve!!

    Comente
    • Bacana Glicia! Sempre que quiser colaborar com alguma info ou trocar ideias, fica bem à vontade! 🙂

      Vivo em Bento Gonçalves/RS!

      Abraço!

      Comente
  7. Olá. Parabéns pelo blog. Vou fazer esse roteiro com minha esposa. Talvez inclua mais uma noite em Fussen. A partir de Munich faremos o passeio de trem. O que vc acha? Desde já agradeço, Rodrigo.

    5 Chegada – Frankfurt – aluguel de carro
    5/6 – Wurzburg (começo da rota romântica) cidades principais da rota: Rothenburg, Füssen e Dinkelsbühl
    Wurzburg – hotéis Hotel Wurzburger Hof
    Wurzburg – ver as atrações mais perto da viagem –
    Rota romântica 245 km
    6/7 Augusburg (no meio da rota romântica)
    7/8 Munich
    Dia para conhecer Munich (campo de Dachau)
    8/9 Munich
    Dia para conhecer Munich
    9/10 Munich
    Dia para conhecer Munich
    10/11 Munich – Viena
    5h – Dia para conhecer Viena
    11/12 Viena
    Dia para conhecer Viena
    12/13 Viena
    Dia para conhecer Viena
    13/14 Viena
    5h – Dia para conhecer Praga
    14/15 Praga
    Dia para conhecer Praga
    15/16 Praga
    Dia para conhecer Praga
    16/17 Praga
    (5h até Berlim)
    17/18 Berlim
    o palacio de Potsdam
    18/19 Berlim
    19/20 Berlim
    20/21 Berlim
    21/22 Berlim –
    5h até Frankfurt –
    22/23 Frankfurt

    Comente
  8. Gostaria de saber onde posso comprar passagem por navio para ir de Viena para budapeste e qual hotel é melhor ficar em budapeste .

    Comente
  9. Olá Reginaldo!

    A melhor maneira seria comprar a passagem entre Pisa ou Florença até Budapeste ou Praga juntamente com a passagem intercontinental. Desta forma, conseguirá um bom valor na passagem aérea e não precisará se preocupar com o excesso. Mas sugiro que compare com outras tarifas pesquisando no site Skyscanner os valores e franquias de bagagem de cada companhia aérea. Pode ser que consiga algum voo em uma companhia aérea tradicional com preços similares aos das low costs, porém com franquia de bagagem mais generosa. Só não dá para se arriscar e embarcar em qualquer cia aérea low cost, pois realmente o valor por quilo adicional é uma fortuna e inviabiliza qualquer viagem.

    Caso não consiga por avião, o que seria bem mais rápido, resta o trem. Partindo de Florença às 21h37, a viagem leva quase 17h, chegando em Praga 14h18, e custa, em cotação para fevereiro, R$ 432,00, no site da Rail Europe. Muita viagem e caro, não? Acredito que conseguirá passagem aérea mais em conta e com franquia suficiente para despachar suas malas em uma companhia tradicional ou então na compra junto à passagem intercontinental.

    Depois é só seguir o roteiro via trem de Praga a Viena e então a Budapeste. Ou, se partir de avião de Livorno (Pisa ou Florença), sugiro começar por Budapeste e depois seguir a Viena e Praga.

    Caso precise de mais infos, basta comentar novamente, ok?!

    Abraços!

    Comente
  10. Olá, Rogério!
    Acabei de conhecer o blog, muito bom! Parabéns pelas dicas, são ótimas!
    Se puder me ajudar com essa dúvida, agradeço: meu marido e eu pretendemos viajar em outubro durante 10 dias com meus pais e minha irmã, e gostaríamos de conhecer Viena, Praga e talvez, Budapeste. Mas nós adoramos viajar de carro pelo interior dos países, conhecendo as cidades pequenas (fizemos isso na Alemanha e foi maravilhoso), então gostaria de saber se você indica cidadezinhas interessantes para se conhecer no caminho entre estas cidades.
    Mais uma vez, obrigada!
    Abraços!
    Viviane
    [email protected]

    Comente
    • Olá Viviane! Valeu pelos elogios!

      Que show esta viagem! E como estarão em 5, nada mais econômico que alugar um carro. Só alerto para que confiram direito com a locadora a possibilidade de cruzar a fronteira entre Áustria e República Tcheca. Algumas locadoras têm sérias restrições para quem circulará por países do Leste Europeu.

      Acredito que conseguirão incluir Budapeste neste roteiro, se não ficarem muito tempo pelo interior. Boas cidades para conhecer na República Tcheca são Karlstein, Kutna Horá, Karlsbad e a fantástica Cesky Krumlov. Na Hungria boas pedidas são Szentendre, Esztergom, Pécs, Eger e Tokaj. Na Áustria Eisentstadt, Graz, Linz, Hallstat, Salzburgo e a belíssima Innsbruck, nos alpes austríacos.

      Um grande abraço!

      Comente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *