Planejamento financeiro de viagem: como economizar e organizar suas viagens

Atualizado por Rogerio Milani em 04/12/2019

Este artigo pretende ser o primeiro de muitos outros e com periodicidade mensal, com o objetivo de informar e ajudar os leitores a economizar e organizar uma viagem, seja para qual destino for! Vem comigo e ative o teu modo planejamento financeiro de viagem!

planejamento financeiro de viagem - foto suica

Planejamento financeiro de viagem – Introdução

Muitas pessoas me perguntam quantas vezes eu viajo por ano. Minha resposta: faço normalmente três viagens internacionais, variando de 12 a 20 dias cada uma, sendo uma pela América do Sul. Mais umas 2 ou 3 viagens pelo Brasil, com duração de 5 a 7 dias e diversas viagens curtas, bate-voltas, de final de semana, para locais próximos, máximo de 200km.

Tá, legal, mas como você consegue pagar por todas estas viagens? Você recebe “jabá” para viajar? Estas são outras perguntas bem comuns… E aqui vão as respostas: eu me organizo financeiramente muito tempo antes e estou sempre programando minhas finanças para este fim, as viagens! Tenho um horizonte de 3 anos à frente de viagens já planejadas. Afinal, viajar é um item importante da minha vida, pois além de ser um dos meus maiores prazeres, também é o meu trabalho, uma busca constante por conhecer lugares, culturas e pessoas, além de gerar e compartilhar conteúdo com os leitores do blog! Sabe aquela regrinha financeira do dividir seu orçamento mensal em 4 pedaços de pizza? Eu acabo dividindo minha pizza em 5 pedaços, incluindo aí os investimentos em viagens! E é assim mesmo que consta na minha planilha: INVESTIMENTO! Na minha opinião, viajar é o melhor investimento que podemos fazer, então nunca escreverei ou falarei que viajar é um gasto…

E respondendo a segunda pergunta, não tem “jabá” não! Todas viagens são com meu próprio dinheiro e totalmente independentes, sem vínculos com empresas que querem promover seus produtos ou serviços. Então, concluindo esta primeira parte, sobre como é o meu relacionamento financeiro x viagens, vamos partir para a prática, para tornar suas viagens realidade e não apenas sonhos! Afinal, quem realiza um dia spnhou!

Dica 1 – Abrindo uma conta em banco digital

Há diversos bancos digitais que são gratuitos e você pode, facilmente, baixar o app de um deles no seu smartphone, como Nubank, Neon, Inter, etc. Escolha aquele que mais te agrade e crie sua conta. O segredo aqui é usar esta conta somente para viagens e não para outros fins. A maioria dos bancos oferecem contas com rendimentos mensais, faço isto! E não use o cartão de débito ou crédito até o momento de realmente de tirar sua viagem do papel!

Dica 2 – Estipule um valor mensal para investir na sua conta de viagem

Calcule qual sua possibilidade de destinar uma parte de sua renda mensal para a viagem ou então parta de um valor total e programe quanto tempo será necessário economizar para concretizar uma ou mais viagens. Digamos que uma viagem de 15 dias pela Europa represente um total de R$ 12.000,00, sendo aí R$ 4000,00 de passagem aérea intercontinental e seguro viagem. Sobram, então, R$ 8.000,00 para hospedagem, alimentação, ingressos, transporte entre cidade e transporte público local. Eu costumo usar e informar uma média de 120 euros por pessoa/dia para estes itens. Então, vamos supor que EUR 1 seja igual a R$ 4,00. Assim, teremos uma necessidade de R$ 480,00 por pessoa/dia, totalizando R$ 7.200,00 para 15 dias de viagem. No final teremos uma “gordurinha” de R$ 800,00, valor para quase 2 dias de viagem na média acima informada. Um detalhe importante: estes aportes mensais na sua nova conta digital, sempre em Reais (R$), só acontecerão se houver uma certa estabilidade do câmbio da moeda do país para o qual pretende viajar ou há um viés de baixa. Senão, mescle este item com a dica abaixo.

Dica 3 – Compre moeda estrangeira

Se você programar a maioria dos seus pagamentos ainda no Brasil, antes da viagem, seja em cartão de crédito, débito ou boleto, esta dica será para aquela grana que você usará durante a viagem. Usando o exemplo acima, de uma viagem de 15 dias pela Europa, imaginemos que precisaremos de uma média de 80 euros por pessoa/dia para alimentação, ingressos e transporte público. Então, serão necessários EUR 1.200 para 15 dias de viagem. Supondo que você consiga destinar parte de seu rendimento mensal para comprar 100 euros por mês, em 12 meses você já terá a grana para investir localmente na sua viagem.

Mas se você pretende pagar a maioria das despesas em espécie, seja Euro, Dólar ou a moeda do país para o qual viajará, então reserve na conta digital somente o valor que precisará pagar as compras ainda no Brasil, como passagens aéreas e seguro viagem, e o restante destine para compras mensais de moeda estrangeira.

Dica 4 – Economize e compre na hora certa

Todos sabemos que, quanto mais flexível formos com relação à datas e locais de viagem, maiores as chances de uma grande economia. E quando se tem um longo horizonte para poder observar preços e promoções, aumentam mais ainda as chances de boas economias. Então, antes de mais nada, deixe seu itinerário mais ou menos organizado numa planilha, com os dias em cada cidade e a ordem das cidades ideais. E fique monitorando os preços e promoções das passagens aéreas. Pintou a melhor hora, nem pense duas vezes e compre! Definida a passagem aérea, de preferência chegando por uma cidade e voltando por outra, daí é partir para os demais itens da viagem, como reserva de hospedagens e compra de ingressos e transportes. Nos próximos artigos desta série, escreverei sobre mais dicas e macetes para compras e reservas relacionadas com a viagem, ok?!

Dica 5 – Participe do grupo “Minha próxima viagem” no whatsApp

Você pode compartilhar suas experiências, dicas, macetes e também tirar dúvidas comigo e com outros leitores no grupo “Minha próxima viagem”, no aplicativo whatsApp. Basta clicar no link para entrar no grupo. É aberto para todos e a única regra é o bom senso e somente falar sobre viagem e o planejamento financeiro de viagem. Pode até rolar de organizar um enorme grupo de viagem para um destino, como uma compra coletiva, visando uma grande economia!

E fique ligado na série Planejamento Financeiro de Viagem! Todo mês teremos uma nova publicação com o objetivo de te ajudar a organizar a tua viagem! 😀

___

Recomendados por Rogério Milani para uma viagem perfeita
Guias, transfers, hospedagens e outros serviços para uma viagem tranquila e segura
Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas nas atrações turísticas e programe seus bate-volta comprando ingressos e passeios antecipados com Ticketbar
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Seguros PromoReal Seguros ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

___

Tags

Trackbacks/Pingbacks

  1. Roteiro em casal pela Grécia - uma viagem incrível por Atenas, Delfos, Olympia, Napflio, Mykonos e Santorini - […] No entanto, o preço aumenta na medida que a reserva é feita próximo ao período da hospedagem. Como bem…
  2. Viajar sem dívidas! Viaje leve e tranquilo - Planejamento financeiro de viagem - Viajando Bem | Dicas e roteiros de viagem - […] No primeiro artigo da série Planejamento Financeiro de Viagem, que recomendo uma leitura atenta e calma, escrevi as 5…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *