Europa Barata: dez coisas para fazer de graça em Milão

Atualizado por Rogério Milani em 08/11/2018

Confira nossa lista de coisas para fazer de graça em Milão em mais uma postagem da série Europa Barata, que é sucesso aqui no blog!

coisas para fazer de graça em Milão

Europa Barata: coisas para fazer de graça em Milão

Milão é a capital da moda, do design e das compras e luxo – na Itália, não há lugar mais antenado e descolado! Isso pode até te fazer chegar à conclusão de que é difícil achar programas baratos ou gratuitos por lá, mas viemos te mostrar justamente o contrário: Milão é uma excelente cidade pra turistar sem gastar muito! E, se você quiser, temos uma ótima dica de hospedagem em Milão, o apartamento da Ivy (super bem localizado e com desconto pros nossos leitores!)

Pra começar, chegar lá não é particularmente caro se você já está na Europa pois Milão está bem conectada aos principais destinos turísticos da Itália (graças a companhias aéreas de baixo custo e trens de alta velocidade). Claro que há muitos programas caros e luxuosos pra fazer por lá, mas para aqueles que querem manter suas carteiras felizes na Itália, montamos um guia com as dez melhores coisas para fazer em Milão gratuitamente (ou quase!).

Parco Sempione

Não é exagero dizer que este belo parque é o coração verde de Milão. Os 386.000 metros quadrados de área verde compõem uma fatia maravilhosa da cidade e tornam-no o lugar perfeito para praticantes de esportes e também os que amam piqueniques e passeios ao ar livre em suas viagens. Sem contar que estar lá também uma pausa relaxante da agitação da cidade. Enquanto estiver visitando-o, vá até o Castelo Sforza (um dos maiores da Europa), curta seu tranquilo lago, tire fotos da estátua de Napoleão III e, se estiver com crianças, saiba que eles vão simplesmente adorar o aquário!

coisas para fazer de graça em Milão

Duomo di Milano

Talvez um dos símbolos mais emblemáticos da Itália, a Catedral de Milão é um lugar obrigatório para se visitar quando se está na cidade. A catedral é imensa, com 157 metros de comprimento e 109 metros de largura e começou a ser construída em 1386. O interior tem cinco naves com uma altura que chega aos 45 metros, divididas por 40 pilares e o estilo predominante da catedral é o gótico flamejante, relativamente pouco comum na Itália.

Há uma pequena taxa para subir para ver a vista da cidade a partir do topo, mas é absolutamente imperdível ver Milão lá de cima! Lembre-se de que este é um prédio religioso, então você precisa estar com os braços e as pernas cobertas para entrar. Dica: se você quiser evitar o pagamento da taxa simbólica para subir ao Duomo, vá até o último andar de La Rinascente (a loja ao lado), onde você pode aproveitar a beleza de Milão de cima (e o local também oferece uma vista bacana do próprio Duomo).

coisas para fazer de graça em Milão

Museu de História Natural

O primeiro núcleo do Museo di Storia Naturale remonta a 1838, quando o nobre milanês Giuseppe De Cristofori e o botânico Giorgio Jan doaram suas coleções pessoais ao município de Milão. A inauguração do museu ocorreu em setembro de 1844, mas o local mudou várias vezes. Originalmente, foi no convento de Santa Marta, que foi posteriormente destruído, depois no Palazzo Dugnani, nos jardins de Porta Venezia, e finalmente, entre o final dos anos 1800 e início de 1900, foi transferido para o seu edifício atual construído propositadamente por ele.

Este é o museu mais antigo de Milão e inclui sete partes diferentes: Botânica, Entomologia, Mineralogia, Paleontologia, Zoologia de Invertebrados e Zoologia de Vertebrados. Com suas cinco áreas de exibição permanente, incluindo uma seção de paleontologia com Cyrus, um esqueleto de dinossauro completo com órgãos internos fossilizados (evidentemente um dos poucos do mundo), crianças de todas as idades encontrarão muita diversão e informação no Museu Cívico de História Natural. Ele não é gratuito mas seu preço é puramente simbólico: a entrada para adultos é de cinco euros, mas gratuita durante a última hora de abertura (das 16h30 às 17h30) e às terças-feiras depois das 14h. Mas fique atento: o museu está fechado às segundas-feiras.

Navigli

Parcialmente projetado por Leonardo da Vinci, o Navigli é uma rede de canais escavada ao longo dos séculos para facilitar o comércio em toda a região (como você acha que o mármore usado para construir o Duomo foi transportado?). Todavia, o sistema foi eclipsado pelo transporte moderno e caiu em desuso por grande parte do século XX.

Hoje, os canais estão alinhados com ciclovias e o bairro foi revitalizado (seguindo uma tendência mundial), com cafés ao ar livre, lojas vintage, lojas de antiguidades, galerias e casas noturnas em abundância. Para os amantes de mercados vintage e antiguidades, este é um super passeio: com quase 400 vendedores, o mercado de antiguidades que acontece nas margens do Naviglio Grande no último domingo de cada mês é uma obrigação! E cheio de itens interessantíssimos, nem que seja só pra olhar!

coisas para fazer de graça em Milão

Ospedale Maggiore

O histórico e belíssimo edifício, também conhecido como Cà Granda, tem meio milênio e faz parte da também histórica Universidade Estadual de Milão. Antigamente, ele serviu como um hospital para a cidade, a mando de Francesco Sforza, duque de Milão.

Hoje é um hospital moderno com 900 leitos, com enfermarias para adultos, gestantes e crianças e a maternidade (Clínica Mangiagalli) tem o maior número de nascimentos na Lombardia. Para quem curte história e arquitetura, a construção é um prato cheio, já que abriga inúmeras peças originais de arte e arquitetura. Dica: se você for lá, certifique-se de caminhar pelo claustro interno, uma joia que não deve ser esquecida.

coisas para fazer de graça em Milão

Giardini Pubblici

Há poucas quadras do Quadrilátero da Moda está este verdadeiro oásis verde. Os milaneses adoram ir até os frondosos Jardins Públicos, ou Giardini Pubblici, para esticar as pernas, fazer um piquenique sob o plátano de cem anos ou tomar um café no Bar Bianco (convenientemente localizado ao lado de um carrossel e super bem decorado). No parque, ainda existem três áreas de lazer para crianças, bem como um trem que serpenteia pelo terreno e faz a alegria da gurizada.

Ali, você também pode visitar o Museu de História Natural e o Planetário ou construções cotáveis ​​incluem o Palazzo Dugnani do século XVII e o eclético Padiglione del Caffé do arquiteto Giuseppe De Finetti. Uma estátua de Indro Montanelli foi construída em em 2002, quando o parque foi renomeado após o assassinato do popular jornalista e escritor, que era conhecido por relaxar no parque todas as manhãs antes de entrar nos escritórios próximos de seu jornal, Il Giornale. Montanelli foi baleado pelo grupo terrorista Brigate Rosse em 2 de junho de 1977 e sua estátua foi colocada perto do local onde isso aconteceu como forma de homenagem e também de relembrar o povo milanês deste atentado à liberdade de expressão.

coisas para fazer de graça em Milão

Castello Sforzesco

A imponente fortaleza erguida na Piazza Castello é um dos pontos imperdíveis de Milão. Construída a mando de Galeazzo II Visconti no ano de 1368, o local teve vários donos e também passou por diversas transformações estruturais ao longo dos anos. Foi originalmente construído como residência para Francesco Sforza, o duque de Milão, sobre as ruínas de uma fortificação do século XIV que abrigou os senhores de Visconti. No período em que pertenceu à família Sforza, por exemplo, o castelo viveu sua melhor fase, quando gênios como Leonardo da Vinci e Bramante imprimiram suas marcas nesse que é considerado um dos símbolos da cidade.

Em seu interior o visitante encontrará um verdadeiro templo dedicado à arte e à cultura. São mais de 10 museus dentro do castelo que abrigam obras-primas como a Pietà Rondanini, de Michelangelo, pinturas de Tintoretto, Mantegna, Tiziano (Pinacoteca), entre outras obras de arte únicas. Prepare-se para dedicar algumas boas horas ao local, se a intenção é conhecê-lo por completo. A Torre del Filarete é outro destaque, projetada pelo escultor e arquiteto renascenista Antonio di Pietro Averlino (também conhecido como Filarete). O Castello Sforzesco abre diariamente das 7h às 18h (no verão o local só fecha às 19h) e a entrada é gratuita; os museus abrem de terça a domingo, das 9h às 17h30, e os ingressos custam € 3 (inteira) e € 1.50 (meia-entrada).

coisas para fazer de graça em Milão

Galleria Vittorio Emanuele

Outra imperdível atividade gratuita do Milão é conferir a Galleria Vittorio Emanuele, a impressionante arcada que fica no lado esquerdo da praça quando você está em frente ao Duomo. O local é conhecido como “il salotto di Milano” (a sala de estar de Milão) e tem um teto envidraçado belíssimo que rende ótimas fotos. Lá dentro, você encontrará muitas boutiques de luxo e lojas históricas – ao caminhar, pare no centro para ver os quatro mosaicos que representam os quatro continentes. Não caia na armadilha de comer ou beber algo por ali – é tudo super inflacionado com preços caça-turistas.

Você também pode notar uma pequena multidão de pé em um ponto perto do centro da galeria, com as pessoas se revezando girando em seus calcanhares em um mosaico de touro retratado no chão. Esta atividade única de Milão é totalmente gratuita – qualquer um é bem-vindo para girar as bolas do touro três vezes, para dar sorte. Por que o touro, você pode perguntar? A explicação mais provável é que o touro é o símbolo de Turim, um dos arqui-rivais de Milão, e girar as bolas do touro é uma maneira irônica de diga ‘somos melhores que você!’

coisas para fazer de graça em Milão

Passeie de bonde

Apesar de lindos, os bondes laranja icônicos de Milão não são usados ​​para passeios turísticos, são de transporte público! E são os veículos de transporte público mais antigos do mundo – estão em plena atividade desde 1928! Em qualquer outro lugar do mundo, um passeio em um bonde de aparência tão legal será bastante caro, mas em Milão não vai custar nada além de um bilhete comum (€ 1,50). Então, não é estritamente uma coisa grátis para fazer em Milão, mas convenhamos que é baratíssimo!

Minhas linhas favoritas são o bonde 19, que levarão você ao mundo operário de Lambrate. Você vai curtir a cidade e olhar pela janela através de belas avenidas arborizadas até a Piazza Fontana, ao lado da Duomo… Outra ótima linha para turistas é o bonde 1, que vai pelas ruelas do centro e depois desce a elegante Via Vincenzo Monti e Corso Sempione, cobrindo vários pontos de interesse de Milão ao longo de sua rota. Suba e desça do bonde no seu próprio ritmo, mas não se esqueça de que um bilhete é válido por 90 minutos!

coisas para fazer de graça em Milão

Tour Cimitero Monumentale

Toda grande cidade tem um grande cemitério, e o de Milão é simplesmente espetacular. Não é exagero dizer que o Cimitero Monumentale é uma verdadeira “cidade dos mortos” e um lugar onde a história de Milão vive através dos túmulos de seus habitantes mais ilustres. Se você gosta de lugares peculiares, adicione-o à sua lista de passeios gratuitos em Milão!

No cemitério, você vai encontrar mais de 15.000 estátuas e três edifícios famosos: o Famedio ou Pantheon (onde o escritor Manzoni, o político Cattaneo e outros famosos milaneses estão enterrados), o Ossario e o antigo crematório neoclássico. Mas a melhor coisa a fazer por lá é apenas passear pelas ruas de cascalho, maravilhando-se com as esculturas e apreciando a atmosfera solene (e um pouco assustadora).

Confira nossos outros posts da série Europa Barata:

Dez coisas para fazer de graça em Paris

Dez coisas para fazer de graça em Londres

Dez coisas para fazer de graça em Roma

Dez coisas para fazer de graça em Florença

Dez coisas para fazer de graça em Veneza

Dez coisas para fazer de graça em Madri

Dez coisas para fazer de graça em Barcelona

Dez coisas para fazer de graça em Berlim

Dez coisas para fazer de graça em Dublin

Dez coisas para fazer de graça em São Petersburgo

Dez coisas pra fazer de graça em Amsterdã

Dez coisas para fazer de graça em Bruxelas

Coisas para fazer de graça em Lisboa

Dez coisas para fazer de graça em Oslo

Dez coisas para fazer de graça em Viena

Dez coisas para fazer de graça no Porto

Dez coisas para fazer de graça em Aix-en-Provence

Dez coisas para fazer de graça em Edimburgo

___

Recomendados por Rogério Milani para uma viagem perfeita
Guias, transfers, hospedagens e outros serviços para uma viagem tranquila e segura
Alugue seu carro com Rental Cars ou RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas nas atrações turísticas e programe seus bate-volta comprando ingressos e passeios antecipados com Ticketbarou GetYourGuide
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Seguros PromoReal SegurosMondial Assistance ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

___

Tags

Trackbacks/Pingbacks

  1. Tudo sobre Milão: o que fazer, transporte, alimentação, hospedagem e muito mais dicas - Viajando Bem | Dicas e roteiros de viagem - […] Se quiser saber como foi minha ida mais recente para Milão, contei tudo num post em que detalho toda…
  2. Dica de onde comer na estação central de Milão: Rossopomodoro - […] Europa Barata: dez coisas para fazer de graça em Milão […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *