Como fazer uma viagem curta e inesquecível no Vale dos Vinhedos: sugestões para um bate-volta para a região dos melhores vinhos do Brasil

Atualizado por Rogerio Milani em 28/08/2020

Rogerio Milani

A boa mesa, ótimos vinhos, grandes histórias, pessoas incríveis! Tudo isto são desculpas para uma viagem curta e inesquecível no Vale dos Vinhedos!

viagem curta e inesquecível no Vale dos Vinhedos

Como fazer uma viagem curta e inesquecível no Vale dos Vinhedos: sugestões para um bate-volta para a região dos melhores vinhos do Brasil

O Vale dos Vinhedos é uma região com denominação de origem (DOC) que fica nos municípios de Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul, mas acaba concentrando vinícolas, restaurantes e atrações também na cidade de Pinto Bandeira.

Fica em uma localização bem estratégica e fácil para programar passeios curtos e bate-voltas para quem vive no RS ou até SC. Vejam algumas cidades e suas distâncias aproximadas:

45km de Caxias do Sul
170km de Passo Fundo
120km de Porto Alegre
270km de Santa Maria
515km de Florianópolis

Das três primeiras é um “pulinho” para passar o dia, mas é claro que não é o ideal. O legal é programar pelo menos 2 noites na região, para curtir numa boa, sem pressa e poder degustar bons vinhos sem precisar cair na estrada logo depois, o que é um enorme risco para nossa saúde, nossas vidas e também, muitas vezes, para nosso bolso, com as pesadas multas das frequentes biltzes que ocorrem na região.

Partindo da ideia que sugeri acima, de pelo menos duas noites na região, o legal é chegar por volta do meio-dia e já escolher um bom restaurante para iniciar os trabalhos e reforçar o organismo para as degustações que virão pela frente no final de semana!

viagem curta e inesquecível no Vale dos Vinhedos

Sugestões de ótimos restaurantes não faltam, quem sabe começar pelo Galeto Di Paolo ou então pelo cozinha de autor Valle Rústico? Ambos grandes amigos meus e super parceiros e com uma baita exclusividade para quem contrata os roteiros personalizados!

Após o almoço, passe no seu hotel ou pousada para deixar as bagagens e então siga para uma vinícola. Se quiser conselho de amigo mesmo, tente ficar nestas opções que é garantia de bom investimento: Hotel Casacurta, Lote20 ou Pousada Borghetto Sant’Anna!

Para a primeira vinícola eu sugiro a Cristófoli, para começar com tudo a grande experiência no vinho da região, fora a super alegria da Bruna e família quando recebem os turistas!

Depois de provar ótimos vinhos, acompanhados de produtos coloniais da região, retorne para seu hotel ou pousada e faça um jantar leve, afinal a experiência do almoço e da vinícola certamente te deixarão praticamente sem fome e um pouco cansado! 🙂

No sábado pela manhã, acorde cedo e tome aquele café da manhã! Tenho certeza de, qualquer que for sua opção de hospedagem, o café será perfeito! É incrível a atenção que o pessoal daqui tem com o café da manhã e os cuidados com a escolha de produtos frescos e selecionados!

viagem curta e inesquecível no Vale dos Vinhedos

Daí siga para outra degustação, e aqui vale um grande e importante aviso: sempre agende sua degustação, para não correr o risco de não conseguir visitar a vinícola e nem provar os vinhos, ou então ficar um tempão esperando. Para os clientes da consultoria do Vale dos Vinhedos, este item é super exclusivo, assim como o vai-e-vem para as vinícolas, restaurantes e atrativos é tudo previsto e organizado e o turista só tem que se preocupar em curtir a viagem!

Voltando à vinícola, aqui posso sugerir Valmarino, Cave Geisse, Pizatto ou então as pequenas Vaccaro e Calza. Sério, não é uma lista pequena não, estou apenas sugerindo algumas, mas se fosse escrever todas que realmente recomendo, esta lista seria enorme. Então, vou ser bem democrático e ir sugerindo algumas por artigo, para não ficar sempre falando das mesmas!

E vale mais uma dica: nunca faça duas degustações num único dia, para não chegar à noite e não ter energia e nem estômago para mais nada. A não ser que você faça uma degustação completa e premium e outra bem básica, de uma ou duas taças.

Finalizando a degustação, é hora daquele almoço de sábado, quando as opções são ainda maiores e mais difíceis de escolher, ainda mais para quem pensa que o Vale dos Vinhedos é um destino para uma única viagem na vida… Não é não! Pode pintar pela região toda semana e todo final de semana que sempre tem coisa nova e lugares bacanas para conhecer e curtir! É uma região para levar no coração e acompanhar por toda vida!

viagem curta e inesquecível no Vale dos Vinhedos

Então, para o almoço de sábado, que tal a experiência única e incrível da Osteria Della Colombina? A Odete é nossa vizinha e nós amamos o que ela faz e toda a história dela! Você também amará! E não deixe de provar a ambrosia, para mim a melhor do mundo! E se ela tiver grostolis, leve tudo para casa!

Para quem conhece bem como a tarde fica comprida na Osteria, certamente já será quase noite e hora de retornar para seu hotel e também para algo mais leve. Mas se você ainda tiver energias, que tal um pulinho até a cidade de Bento Gonçalves e curtir um bom vinho e uma tábua de frios na Vinheria Cinco Cepas? Ou então para uma degustação sob a tutela do César Nicolini na Hostaria Casacurta em Garibaldi? Estes dois locais serão mais uma boa opção para aprender, muito, sobre os vinhos da região e já preparar a próxima vinda, com sugestões de muitas outras vinícolas incríveis e muitos vinhos de altíssima qualidade para provar!

E no domingo também acorde cedo e tome aquele super café da manhã, para então relaxar um pouco, curtir o visual, caminhar e já se preparar para a viagem de volta para casa. Mas não sem antes visitar a Devorata e provar os chocolates mais deliciosos do mundo! Claro que sou suspeito, pois a Ju é minha irmã, mas estou escrevendo aqui o que todos me dizem depois que conhecem e provam qualquer produto da Devorata!  Estando lá, aproveite para montar o kit de presentes para a família, amigos e colegas de trabalho, que vão amar também!

viagem curta e inesquecível no Vale dos Vinhedos

E eis que já é hora do almoço e a minha sugestão aqui é a fofíssima Casa Olga, onde a Morgana e a Marta recebem os turistas como se fossem da casa mesmo! Se você tiver sorte, vai rolar aquele matambre dos deuses! E de sobremesa uma torta de maçã de lamber os beiços!

Pois é, mas uma hora tudo que é doce acaba e então é o momento de pegar a estrada e retornar para casa… Mas não fica triste não, pois o Vale é sempre pertinho e sempre combina com uma viagem curta, rápida, um bate-volta inesquecível! E para ser feito devagar, em conta-gotas e por toda vida!

___

Recomendados por Rogério Milani para uma viagem perfeita
Guias, transfers, hospedagens e outros serviços para uma viagem tranquila e segura
Alugue seu carro com a RentCars
Reserve seu hotel
Compre seu ticket de trem
Evite filas nas atrações turísticas e programe seus bate-volta comprando ingressos e passeios antecipados com Ticketbar
Reserve seu voo
Viaje tranquilo com seu seguro viagem Seguros Promo, Real Seguros ou World Nomads
Serviço de câmbio confiável e com boas taxas, com desconto para leitor do Viajando: Confidence

___

Tags

Trackbacks/Pingbacks

  1. Coronavírus e viagens: confira como está a reabertura em alguns países - […] dias – mas ainda é cedo para prever um enxugamento destes números de forma definitiva. O turismo nacional e…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *